Newsletter Nº233

Newsletter Nº233
News­let­ter Nº233

Faz hoje anos que nas­cia, em 1820, Édou­ard Roche. Este astró­no­mo mate­má­ti­co fran­cês estu­dou a estru­tu­ra inter­na dos cor­pos celes­tes e foi o pri­mei­ro a pro­por um mode­lo da Ter­ra com um núcleo sóli­do. Ele deter­mi­nou em 1850 o limi­te de Roche para um saté­li­te ter uma órbi­ta está­vel em tor­no de um pla­ne­ta de den­si­da­de igual. O cor­po menor não podia ficar a 2,44 rai­os do cor­po mai­or sem se sepa­rar do efei­to da for­ça gra­vi­ta­ci­o­nal entre eles. Mais tar­de, ele fez uma aná­li­se mate­má­ti­ca rigo­ro­sa da hipó­te­se nebu­lar de Pier­re Lapla­ce e mos­trou em 1873 a ins­ta­bi­li­da­de de um cor­po em for­ma de len­te em rota­ção rápi­da.

Faz tam­bém hoje anos que nas­cia, em 1888, Paul Ber­nays. Este mate­má­ti­co e lógi­co suí­ço, ficou conhe­ci­do pelas suas ten­ta­ti­vas de desen­vol­ver uma teo­ria uni­fi­ca­da da mate­má­ti­ca. Ber­nays, influ­en­ci­a­do pelo pen­sa­men­to de Hil­bert, acre­di­ta­va que toda a estru­tu­ra da mate­má­ti­ca pode­ria ser uni­fi­ca­da como uma úni­ca enti­da­de coe­ren­te. Para ini­ci­ar esse pro­ces­so, foi neces­sá­rio ela­bo­rar um con­jun­to de axi­o­mas nos quais uma teo­ria com­ple­ta pudes­se se base­ar. Ele ten­tou colo­car a teo­ria dos con­jun­tos numa base axi­o­má­ti­ca para evi­tar os para­do­xos. Entre 1937 e 1954, Ber­nays escre­veu uma série de arti­gos no Jour­nal of Sym­bo­lic Logic que ten­ta­ram alcan­çar esse objec­ti­vo. Em 1958, Ber­nays publi­cou a teo­ria axi­o­má­ti­ca dos con­jun­tos, na qual ele com­bi­nou seu tra­ba­lho sobre a axi­o­ma­ti­za­ção da teo­ria dos con­jun­tos.

Nes­ta sema­na que pas­sou a Cano­ni­cal anun­ci­ou mais uma ver­são do Ubun­tu — o 19.10. Esta ver­são teve um foco espe­ci­al na pro­du­ti­vi­da­de do pro­gra­ma­dor em AI / ML, novos recur­sos avan­ça­dos para o MicroK8s (Kuber­ne­tes) e for­ne­cer o mais rápi­do desem­pe­nho do desk­top GNOME. Um dos hardwa­res supor­ta­dos é o O Rasp­ber­ry Pi 4 Mode­lo B. Com o GNOME 3.34, o Ubun­tu 19.10 é a rele­a­se mais rápi­da, com melho­ri­as sig­ni­fi­ca­ti­vas no desem­pe­nho, pro­por­ci­o­nan­do uma expe­ri­ên­cia mais ágil e res­pon­si­va, mes­mo em hard­ware mais anti­go. A orga­ni­za­ção das apli­ca­ções é mais fácil com a capa­ci­da­de de arras­tar e sol­tar íco­nes em pas­tas cate­go­ri­za­das, enquan­to os uti­li­za­do­res podem selec­ci­o­nar vari­an­tes cla­ras ou escu­ras do tema Yaru, depen­den­do das suas pre­fe­rên­ci­as ou para melho­rar a aces­si­bi­li­da­de da visu­a­li­za­ção.

Tam­bém esta sema­na o Chang’e 4 da Chi­na com­ple­ta 10 dias luna­res no lado mais afas­ta­do da Lua. Tan­to o Chang’e 4 como o rover Yutu 2 entra­ram num esta­do de ador­me­ci­men­to em 5 de Outu­bro, em pre­pa­ra­ção para sobre­vi­ver a uma déci­ma noi­te lunar. Duran­te a noi­te lunar de duas sema­nas, as tem­pe­ra­tu­ras podem des­cer para menos de 310 graus Fah­re­nheit nega­ti­vos (190 graus Cel­sius nega­ti­vos), ame­a­çan­do os com­po­nen­tes da son­da.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. São tam­bém apre­sen­ta­dos dois mode­los 3D.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº232

Newsletter Nº232
News­let­ter Nº232

Faz hoje anos que nas­cia, em 1731, Henry Caven­dish. Este quí­mi­co e físi­co inglês deter­mi­nou a mas­sa e a den­si­da­de da Ter­ra. Ele inves­ti­gou as pro­pri­e­da­des do hidro­gé­nio e do dió­xi­do de car­bo­no, incluin­do a com­pa­ra­ção entre a sua den­si­da­de e a do ar. Caven­dish tam­bém mos­trou que a água era um com­pos­to e mediu o calor espe­cí­fi­co de vári­as subs­tân­ci­as. Os seus manus­cri­tos (publi­ca­dos em 1879) reve­la­ram des­co­ber­tas que ele fez em elec­tros­tá­ti­ca antes de Cou­lomb, Ohm e Fara­day — incluin­do a dedu­ção da lei do qua­dra­do inver­so da atrac­ção e repul­são elec­tros­tá­ti­ca. Ele tam­bém encon­trou capa­ci­da­de indu­ti­va espe­cí­fi­ca.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1892, Ear­le Dick­son. Este inven­tor ame­ri­ca­no ficou conhe­ci­do pela inven­ção do pen­so rápi­do. O seu empre­go era como com­pra­dor de algo­dão na John­son & John­son, onde sua suges­tão de tor­ná-lo um pro­du­to se tor­nou uma rea­li­da­de.

Por fim, faz anos hoje que nas­cia, em 1896, Les­ter Ger­mer. Este Físi­co ame­ri­ca­no com o seu cole­ga Clin­ton Joseph Davis­son, con­du­ziu uma expe­ri­ên­cia que foi a pri­mei­ra a demons­trar as pro­pri­e­da­des das ondas do elec­trão. Eles mos­tra­ram que um fei­xe de elec­trões dis­per­sos por um cris­tal pro­duz um padrão de difrac­ção carac­te­rís­ti­co de uma onda. Esta expe­ri­ên­cia con­fir­mou a hipó­te­se de Louis-Vic­tor de Bro­glie, fun­da­dor da mecâ­ni­ca das ondas, de que o elec­trão deve­ria mos­trar as pro­pri­e­da­des de uma onda elec­tro­mag­né­ti­ca e de uma par­tí­cu­la. Ele tam­bém estu­dou ter­mi­ô­ni­ca, ero­são de metais e físi­ca de con­tac­to.

Nes­ta sema­na que pas­sou, o CEO da Arm, Simon Segars anun­ci­ou, na sua con­fe­ren­cia Arm® Tech­Con 2019, o Arm Cus­tom Ins­truc­ti­ons, um novo recur­so da arqui­te­tu­ra Armv8‑M. As ins­tru­ções per­so­na­li­za­das da Arm serão imple­men­ta­das ini­ci­al­men­te nos CPUs Arm Cortex®-M33 a par­tir do pri­mei­ro semes­tre de 2020, sem cus­tos adi­ci­o­nais para licen­ci­a­men­tos novos e exis­ten­tes, per­mi­tin­do que os desig­ners de SoC adi­ci­o­nem as suas pró­pri­as ins­tru­ções para apli­ca­ções incor­po­ra­das espe­cí­fi­cas e de IoT, sem ris­co de frag­men­ta­ção de soft­ware.

Tam­bém nes­ta sema­na que pas­sou uma equi­pa lide­ra­da por Scott S. Shep­pard, da Car­ne­gie, encon­trou 20 novas luas a orbi­tar Satur­no. Isto aumen­ta o núme­ro total de luas do pla­ne­ta para 82, supe­ran­do Júpi­ter, que tem 79. A des­co­ber­ta foi anun­ci­a­da nes­ta segun­da-fei­ra pelo Minor Pla­net Cen­ter da União Astro­nó­mi­ca Inter­na­ci­o­nal. Cada uma das luas recém-des­co­ber­tas tem cer­ca de cin­co qui­ló­me­tros de diâ­me­tro. Dezes­se­te delas orbi­tam o pla­ne­ta para trás, ou em uma direc­ção opos­ta, sig­ni­fi­can­do que seu movi­men­to é opos­to à rota­ção do pla­ne­ta em tor­no de seu eixo. As outras três luas orbi­tam na mes­ma direc­ção em que Satur­no gira.

E é já ama­nhã que vamos ter mais uma Lis­bon Maker Fai­re, des­ta vez orga­ni­za­do pela equi­pa do Fab Lab Ben­fi­ca, e loca­li­za­do na Esco­la Supe­ri­or de Edu­ca­ção do Poli­téc­ni­co de Lis­boa. O horá­rio na sex­ta-fei­ra é da 10:00 às 18:00 e no sába­do das 10:00 às 19:30. As entra­das são grá­tis por isso apa­re­çam!

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. É apre­sen­ta­da a revis­ta newe­lec­tro­nics de 8 de Outu­bro.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº231

Newsletter Nº231
News­let­ter Nº231

Faz hoje anos que nas­cia, em 1818, Ale­xan­der Mac­Mil­lan. Este edi­tor esco­cês, embo­ra não fos­se cien­tis­ta pro­fis­si­o­nal, fez mui­to para pro­mo­ver a ciên­cia nos tem­pos vito­ri­a­nos, publi­can­do a revis­ta Natu­re, per­mi­tin­do a comu­ni­ca­ção entre homens da ciên­cia. A pri­mei­ra edi­ção foi publi­ca­da em 4 de Novem­bro de 1869. A revis­ta teve o apoio de mui­tos cola­bo­ra­do­res influ­en­tes, incluin­do Tho­mas Hux­ley. No entan­to, per­ma­ne­ceu um desa­fio finan­cei­ro para Mac­mil­lan. Mac­mil­lan tole­rou per­das por três déca­das, por cau­sa de seu com­pro­mis­so com a mis­são da revis­ta “de colo­car dian­te do públi­co em geral os gran­des resul­ta­dos do tra­ba­lho cien­tí­fi­co e da des­co­ber­ta cien­tí­fi­ca; e ins­tar as rei­vin­di­ca­ções da ciên­cia a pas­sa­rem a um reco­nhe­ci­men­to mais geral na edu­ca­ção e na vida quo­ti­di­a­na. ”Essa mis­são con­ti­nua até os dias actu­ais.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1830, Geor­ge Bray­ton. Este enge­nhei­ro nor­te-ame­ri­ca­no inven­tou o pri­mei­ro motor comer­ci­al de com­bus­tão inter­na a gás (paten­te­a­do em 2 de Abril de 1872), que ele fabri­cou e ven­deu na área de Pro­vi­den­ce, Rho­de Island. O seu prin­cí­pio de igni­ção con­tí­nua tor­nou-se mais tar­de a base do motor de tur­bi­na. Uma mis­tu­ra pres­su­ri­za­da de ar-com­bus­tí­vel de um reser­va­tó­rio era infla­ma­da ao entrar num cilin­dro arre­fe­ci­do a água. O motor de Bray­ton foi sub­me­ti­do a tes­tes para abas­te­cer embar­ca­ções, um dos sub­ma­ri­nos de John Hol­land e um usa­do por alguns meses ins­ta­la­do numa car­ru­a­gem (1872–3). Na sua car­rei­ra ini­ci­al ele dedi­cou-se ao desen­vol­vi­men­to de moto­res a vapor.

Faz igual­men­te anos hoje que nas­cia, em 1904, Char­les J. Peder­sen. Este Quí­mi­co core­a­no-ame­ri­ca­no jun­ta­men­te com Jean-Marie Lehn e Donald J. Cram, rece­beu o Pré­mio Nobel de Quí­mi­ca de 1987 pela sua sín­te­se dos éte­res de coroa — um gru­po de com­pos­tos orgâ­ni­cos com inte­rac­ções estru­tu­ra-espe­cí­fi­cas de alta selec­ti­vi­da­de ao rea­gir com outros áto­mos e molé­cu­las, assim como as molé­cu­las nos orga­nis­mos vivos, isto é, molé­cu­las que podem “reco­nhe­cer” uma à outra e esco­lher com quais outras molé­cu­las for­ma­rão com­ple­xos. Os três inves­ti­ga­do­res estu­da­ram as pro­pri­e­da­des quí­mi­cas e físi­cas des­ses com­ple­xos e elu­ci­da­ram os fac­to­res que deter­mi­nam a capa­ci­da­de das molé­cu­las de se reco­nhe­ce­rem e se encai­xa­rem umas nas outras, como se uma cha­ve se fechas­se.

Por fim, faz anos hoje que nas­cia em 1944, Pier­re Delig­ne. Este Mate­má­ti­co bel­ga rece­beu a Meda­lha Fields no Con­gres­so Inter­na­ci­o­nal de Mate­má­ti­cos em Hel­sín­quia, Fin­lân­dia, em 1978, pelo seu tra­ba­lho em geo­me­tria algé­bri­ca. O seu tra­ba­lho teve ori­gem nas idei­as de André Weil sobre equa­ções poli­no­mi­ais que leva­ram a três per­gun­tas sobre quais pro­pri­e­da­des de um objec­to geo­mé­tri­co podem ser deter­mi­na­das pura­men­te alge­bri­ca­men­te. Esses três pro­ble­mas rapi­da­men­te se tor­na­ram gran­des desa­fi­os de pes­qui­sa para os mate­má­ti­cos. Uma solu­ção das três con­jec­tu­ras de Weil foi dada por Delig­ne. Este tra­ba­lho reu­niu geo­me­tria algé­bri­ca e teo­ria dos núme­ros algé­bri­cos. A solu­ção para esses pro­ble­mas exi­giu o desen­vol­vi­men­to de um novo tipo de topo­lo­gia algé­bri­ca.

Nes­ta sema­na que pas­sou ficá­mos a saber que a son­da japo­ne­sa Hayabusa2 lar­gou o ulti­mo Rover no aste­roi­de Ryu­gu. Estan­do a explo­rar o aste­roi­de des­de Junho de 2018 onde já lar­gou três outros rovers, este ulti­mo — o MINERVA-II2 — foi­lar­ga­do a cer­ca de 1 km de alti­tu­de. Este lan­ça­men­to a esta alti­tu­te, mui­to supe­ri­or à dos ante­ri­o­res lan­ça­men­tos tem por objec­ti­vo o estu­do das for­ças gra­vi­ta­ci­o­nais que atra­em os objec­tos. A son­da Hayabusa2 vol­ta­rá para a Ter­ra antes do final des­te ano, trans­por­tan­do o reci­pi­en­te de amos­tras cheio de peda­ços pre­ci­o­sos de Ryu­gu. Esta cáp­su­la che­ga­rá aos deser­tos do sul da Aus­trá­lia no final de 2020, dan­do aos cien­tis­tas a opor­tu­ni­da­de de ana­li­sar o aste­rói­de em labo­ra­tó­ri­os ter­res­tres.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº230

Newsletter Nº230
News­let­ter Nº230

Faz hoje anos que nas­cia, em 1754, Joseph Proust. Este quí­mi­co fran­cês pro­vou que as quan­ti­da­des rela­ti­vas de qual­quer ele­men­to cons­ti­tuin­te de um com­pos­to quí­mi­co puro per­ma­ne­cem inva­ri­an­tes, inde­pen­den­te­men­te da fon­te do com­pos­to, for­ne­cen­do assim evi­dên­ci­as cru­ci­ais para apoi­ar a “lei das pro­por­ções defi­ni­das” de John Dal­ton, que con­tém esses ele­men­tos em qual­quer com­pos­to está pre­sen­te em pro­por­ção fixa entre si.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1854, Edward Baus­ch. Este inven­tor nor­te-ame­ri­ca­no desen­vol­veu micros­có­pi­os e ins­tru­men­tos ópti­cos.

Esta sema­na que pas­sou ficá­mos a saber que o teles­có­pio gigan­tes­co chi­nês encon­tra-se qua­se pron­to. O mai­or rádio-teles­có­pio de pra­to úni­co do mun­do está a pre­pa­rar-se para abrir para astró­no­mos em todo o mun­do, inau­gu­ran­do uma era de obser­va­ções sen­sí­veis que podem aju­dar na bus­ca de ondas gra­vi­ta­ci­o­nais e son­dar as mis­te­ri­o­sas explo­sões fuga­zes de radi­a­ção conhe­ci­das como raja­das rápi­das de rádio.

Tam­bém esta sema­na a NASA detec­tou pul­sos mag­né­ti­cos mis­te­ri­o­sos em Mar­te. Os even­tos noc­tur­nos estão entre os resul­ta­dos ini­ci­ais da son­da InSight, que tam­bém encon­trou pis­tas de que o pla­ne­ta ver­me­lho pode hos­pe­dar um reser­va­tó­rio glo­bal de água líqui­da bem abai­xo da super­fí­cie. À meia-noi­te de Mar­te, o cam­po mag­né­ti­co do pla­ne­ta ver­me­lho às vezes come­ça a pul­sar de manei­ras nun­ca antes obser­va­das. A cau­sa é actu­al­men­te des­co­nhe­ci­da.

Por fim, a NASA publi­cou um arti­go de um pes­qui­sa­dor da Goo­gle que afir­ma ter alcan­ça­do a supre­ma­cia quân­ti­ca, um impor­tan­te mar­co ini­ci­al no cam­po da com­pu­ta­ção quân­ti­ca, ten­do o mes­mo pos­te­ri­or­men­te sido remo­vi­do. A Goo­gle, assim como a IBM, a Micro­soft, a Intel e outras gran­des empre­sas e star­tups de tec­no­lo­gia, estão a tra­ba­lhar para cons­truir com­pu­ta­do­res quân­ti­cos, um novo tipo de com­pu­ta­dor base­a­do numa arqui­tec­tu­ra total­men­te dife­ren­te da dos com­pu­ta­do­res clás­si­cos. Embo­ra este anún­cio não seja ofi­ci­al, há mui­to que cien­tis­tas e espe­ci­a­lis­tas do sec­tor espe­ram que a Goo­gle cons­trua um com­pu­ta­dor quân­ti­co capaz de atin­gir esse mar­co — um com­pu­ta­dor quân­ti­co exe­cu­tan­do um cál­cu­lo que um com­pu­ta­dor clás­si­co não pode.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. São tam­bém apre­sen­ta­das as revis­tas newe­lec­tro­nics de 24 de Setem­bro e a Mag­PI Nº86 de Setem­bro.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº229

Newsletter Nº229
News­let­ter Nº229

Faz hoje anos que nas­cia, em 1888, James Wad­dell Ale­xan­der II. Este mate­má­ti­co nor­te-ame­ri­ca­no fun­dou o ramo da mate­má­ti­ca ori­gi­nal­men­te conhe­ci­do como aná­li­se situs, ago­ra cha­ma­do topo­lo­gia. Em 1912, ingres­sou na facul­da­de do depar­ta­men­to de mate­má­ti­ca de Prin­ce­ton. Pos­te­ri­or­men­te, Ale­xan­der gene­ra­li­zou o teo­re­ma da cur­va de Jor­dan e, em 1928, des­co­briu o poli­nó­mio de Ale­xan­der, que é mui­to usa­do na teo­ria dos nós.

Nes­ta sema­na que pas­sou, Linus Tor­valds fez o sig­noff da ver­são 5.3 do Ker­nel Linux. Esta ver­são Major traz vári­os novos recur­sos, deze­nas de melho­ri­as e dri­vers actu­a­li­za­dos.

Após dois meses de tra­ba­lho e oito ver­sões RC (Rele­a­se Can­di­da­te), o ker­nel final do Linux 5.3 já está dis­po­ní­vel, tra­zen­do algu­mas adi­ções inte­res­san­tes para melho­rar o supor­te ao hard­ware, mas tam­bém o desem­pe­nho geral. Os des­ta­ques des­ta nova ver­são de ker­nel inclu­em supor­te para o Intel Spe­ed Select para faci­li­tar o ajus­te de ener­gia em deter­mi­na­dos ser­vi­do­res Xeon, supor­te para pla­cas grá­fi­cas AMD Rade­on Navi, como a AMD Rade­on RX5700, no dri­ver AMDGPU, supor­te para pro­ces­sa­do­res Zha­o­xin x86, bem como supor­te para o meca­nis­mo de fixa­ção de uti­li­za­ção em CPUs com potên­cia assi­mé­tri­ca. Este novo Ker­nel tam­bém apre­sen­ta uma nova cha­ma­da de sis­te­ma pidfd_open (2) que pre­ten­de aju­dar os ges­to­res de ser­vi­ço a lidar com pro­ble­mas de reu­ti­li­za­ção de PID, supor­te para as ins­tru­ções umwait x86 para um espa­ço de uti­li­za­dor mais efi­ci­en­te em ter­mos de ener­gia, supor­te para o hiper­vi­sor ACRN incor­po­ra­do e supor­te de 16 milhões de novos ende­re­ços IPv4 no inter­va­lo 0.0.0.0/8.

Tam­bém esta sema­na que pas­sou foi lan­ça­da uma nova ver­são do IDE do Ardui­no. A ver­são 1.8.10 visa ende­re­çar pro­ble­mas que exis­ti­am com “scre­en rea­ders”, cache inte­li­gen­te de fichei­ros JSON, Seri­al Plot­ter com Legen­das nos grá­fi­cos, his­tó­ri­co de Coman­dos no Seri­al Moni­tor, entre outras.

Por fim, nes­ta sema­na que pas­sou foi dis­po­ni­bi­li­za­do o pro­gra­ma de cer­ti­fi­ca­ção do Wi-fi 6. Esta nova ver­são ago­ra dis­po­ní­vel ofe­re­ce a melhor expe­ri­ên­cia ao uti­li­za­dor com dis­po­si­ti­vos base­a­dos no IEEE 802.11ax. Esta nove ver­são entre outras coi­sas visa ende­re­çar pro­ble­mas de segu­ran­ça iden­ti­fi­ca­dos nas ver­sões ante­ri­o­res intro­du­zin­do o WPA3, visa igual­men­te ende­re­çar pro­ble­mas de satu­ra­ção quan­do exis­tem mui­tos dis­po­si­ti­vos liga­dos em locais como aero­por­tos, con­fe­ren­ci­as, etc. Infe­liz­men­te só daqui a algum tem­po, quan­do os equi­pa­men­tos supor­ta­rem estas novas nor­mas é que vamos ter estas capa­ci­da­des. A nor­ma 802.11ax requer supor­te no hard­ware e na mai­or par­te dos casos não vai ser pos­sí­vel ape­nas com uma actu­a­li­za­ção de firmwa­re supor­tar esta nova nor­ma.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. São tam­bém apre­sen­ta­das as revis­tas newe­lec­tro­nics de 10 de Setem­bro e a Hacks­pa­ce Maga­zi­ne de Setem­bro.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.