Newsletter Nº265

Newsletter Nº265
Newsletter Nº265

Faz hoje anos que nascia, em 1895, o astrónomo alemão Rudolph Minkowski. Ele estudou espectros, distribuições e movimentos de nebulosas planetárias e mais que duplicou o número conhecido. Ele investigou novas e super-novas e seus remanescentes, especialmente a física e a expansão da Nebulosa de Câncer (um remanescente pulsar). Com Walter Baade, Minkowski dividiu as super-novas nos tipos I e II com base nas características espectrais e identificaram contra-partes ópticas de muitas das primeiras fontes de rádio, incluindo Cygnus A, Virgo A (M87), Perseus A (NGC 1275) e Centaurus A (NGC 5128). Pouco antes de se reformar, ele encontrou o que foi durante anos o maior desvio para o vermelho conhecido numa galáxia. Ele foi premiado com a Medalha Bruce em 1961 por serviços distintos à astronomia.

Faz também hoje anos que nascia, em 1911, o físico americano Alfred O. C. Nier. Ele refinou o processo espectrométrico de massa para distinguir isótopos. Em 1934, com Lyman T. Aldrich, ele aplicou o decaimento do potássio-40 ao árgon-40 para medir a idade dos materiais geológicos. Ele descobriu (1936-38) uma série de novos isótopos de tão baixa abundância que não tinham sido detectados anteriormente, incluindo S36, Ca46, Ca48 e Os186. Nier mostrou como a proporção de isótopos radioactivos de urânio e seus produtos de decomposição era um segundo método para estimar a idade das rochas. Durante a Segunda Guerra Mundial, com outros, ele mostrou (1940) que o urânio-235 mais raro sofre fissão, o que não é comum no U-238.

Faz igualmente hoje anos que nascia, em 1917, o inventor e escritor americano Edgar Villchur. Ele ficou conhecido pela sua invenção em 1954 do altifalante de suspensão acústica que revolucionou o campo de equipamentos de alta fidelidade.

Por fim, faz hoje anos que nascia, em 1930, o astrónomo americano Frank Drake. Ele formulou a Equação com o seu nome para estimar o número de civilizações tecnológicas que podem existir na galáxia Via Láctea, N = R * × fp × ne × fl × fi × fc × L. Usando suposições plausíveis para os parâmetros, Drake concluiu que talvez 10 planetas na nossa galáxia possam ter sinais detectáveis originários da vida. Em 1960, Drake liderou a primeira pesquisa, o Projecto Ozma, de dois meses, para escutar padrões em ondas de rádio com um padrão complexo e ordenado, que se supõe representar mensagens de alguma inteligência extraterrestre. Carl Sagan e Drake projectaram as placas do Pioneer 10 e Pioneer 11 com o objectivo de cumprimentar e informar qualquer vida extraterrestre que pudesse encontrar os vasos depois que eles deixassem o sistema solar. Foi também fundador da iniciativa SETI (search for extraterrestrial intelligence).

Nesta semana que passou a fundação Raspberry Pi anunciou uma nova versão da sua placa Raspberry Pi 4. Tendo o Raspberry Pi 4 quase um ano e tendo vendas de certa de 3 milhões de unidades vendidas foi apresentada mais uma variante deste modelo – uma placa Raspberry Pi 4 com 8GB de memória. Isto foi possível, porque o chip usado no Raspberry Pi 4 permite endereçar até 16GB de memória. Para comportar o necessário aumento de consumo energético foram também feitas alterações no sistema de alimentação da placa.

Também nesta que passou, abortou a tentativa de lançar pela primeira vez para o espaço astronautas dentro dum veiculo espacial construído pela SpaceX. O Crew Dragon deveria ter sido lançado com os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley esta quarta-feira com destino à estação espacial Internacional mas as condições meteorológicas adversas impediram o lançamento. Vai ser feito uma nova tentativa já neste sábado 30 de Maio as 15:22 EST.

Por fim, nesta semana que passou a tentativa de lançamento do foguetão LauncherOne da Virgin Orbit, a partir de um avião, falhou. Após o foguetão ter sido largado do Boeing 747 – “Cosmic Girl” – não seguiu com o plano de voo e acabou por cair. O foguetão deveria cair por alguns segundos antes que o primeiro de seus dois estágios se inflamasse e o impulsionasse pela costa em direcção ao pólo sul para a inserção de sua carga de demonstração numa órbita baixa da Terra.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversas noticias, artigos científicos assim como projetos de maker. São apresentadas as revistas MagPI Nº 94 de Junho e newselectronics de 26 de Maio.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.

Newsletter Nº264

Newsletter Nº264
Newsletter Nº264

Faz hoje anos que nascia, em 1792, o engenheiro e matemático francês Gustave-Gaspard Coriolis. Foi ele que descreveu a força que tem o seu nome – Coriolis, um efeito de movimento num corpo em rotação, de suma importância para meteorologia, balística e oceanografia. Enquanto as diferenças de pressão tendem a empurrar ventos em caminhos rectos, os ventos seguem caminhos curvos pela Terra. Em 1835, Coriolis primeiro deu uma descrição matemática do efeito, dando seu nome à força Coriolis. Enquanto o ar começa a fluir de alta para baixa pressão, a Terra gira sob ela, fazendo com que o vento pareça seguir um caminho curvo. No Hemisfério Norte, o vento vira à direita de sua direcção de movimento. No hemisfério sul, vira à esquerda. A força de Coriolis é zero no equador.

Faz também hoje anos que nascia, em 1850, o vulcanologista, sismólogo e clérigo italiano Giuseppe Mercalli. Ele criou a Escala de Intensidade Mercalli (1902), como uma melhoria da Escala de Rossi-Forel. Foi ordenado sacerdote católico romano e mais tarde tornou-se professor no seminário de Milão. A intensidade na escala de Mercalli é estimada com base nas observações de pessoas que sofreram o terremoto. Usando algarismos romanos, varia de I para agitação imperceptível a XII para destruição catastrófica de estruturas. A revisão produzida em 1931 pelos sismólogos americanos, Harry Wood e Frank Neumann, é conhecida como Escala de Intensidade Modificada Mercalli, agora em uso. Enquanto “magnitude”, como na Escala Richter, classifica um terremoto pela energia liberada na fonte, “intensidade” descreve os efeitos locais experimentados pelos observadores em qualquer local do epicentro.

Por fim, faz hoje anos que nascia, em 1858, o matemático e teórico francês Édouard Goursat. Ele contribuiu para a teoria das funções, pseudo-integrais e integrais hiperelípticas e equações diferenciais influenciaram a escola francesa de matemática. O teorema de Cauchy-Goursat define que a integral de uma função em torno de um contorno fechado simples é zero se a função for analítica dentro do contorno. Cauchy tinha estabelecido o teorema com a condição adicional de que a derivada da função era contínua. Em 1891, ele escreveu Leçons sur l’intégration des équations aux dérivées partielles du premier ordre. O trabalho mais conhecido de Goursat é o Cours d’analyse mathématique (1900-10), que introduziu muitos novos conceitos de análise.

Nesta semana que passou a associação SD anunciou a especificação SD 8.0 para cartões de memória SD Express com velocidades de transferência ainda mais rápidas usando a popular especificação PCI Express® (PCIe®) 4.0, que fornece uma taxa de transferência de dados de quase 4 gigabytes por segundo (GB/s). Estes cartões de tamanho normal continuam a usar o protocolo da camada superior do NVMe Express™ (NVMe™), permitindo um mecanismo avançado de acesso à memória.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversas noticias, artigos científicos assim como projetos de maker. É apresentada a revista HackspaceMag Nº 31 de Junho.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.

Newsletter Nº263

Newsletter Nº263
Newsletter Nº263

Faz hoje anos que nascia, em 1925 o físico teórico israelita Yuval Ne’eman. Tendo trabalhado independentemente de Gell-Mann, mas quase simultaneamente (1961), ele desenvolveu um método de agrupamento de bárions de tal maneira que eles caíram em famílias lógicas. Agora conhecido como o Caminho Óctuplo, o esquema agrupava mésons e bárions (por exemplo, protões e neutrões) em multipletos de 1, 8, 10 ou 27 membros com base em várias propriedades. Ele foi chefe da comissão de energia atómica de Israel e fundou o programa espacial do país.

Nesta semana que passou ficámos a saber que os cientistas finalmente conseguiram explicar a razão da deslocação do norte magnético da Terra. Uma equipa, liderada pela Universidade de Leeds, diz que o comportamento é explicado pela competição entre duas “bolhas” magnéticas na borda do núcleo externo da Terra. As mudanças no fluxo de material derretido no interior do planeta alteraram a força das regiões acima do fluxo magnético negativo. “Esta mudança no padrão de fluxo enfraqueceu o sistema no Canadá e aumentou levemente a força do sistema na Sibéria”, explicou o Dr. Phil Livermore.

Também nesta semana que passou ficámos a saber que a Tesla tem um plano para introduzir uma nova bateria de longa duração e de baixo custo no seu veiculo Modelo 3 na China no final deste ano ou no início do próximo, que espera trazer o custo dos veículos eléctricos em linha com a gasolina modelos e permitir que as baterias EV tenham uma segunda e terceira vidas na rede eléctrica. A nova bateria de “milhão de milhas” no centro da estratégia da Tesla foi desenvolvida em conjunto com a Contemporary Amperex Technology Ltd da China (CATL) (300750.SZ) e implementa a tecnologia desenvolvida pela Tesla em colaboração com uma equipa de especialistas académicos em baterias recrutados por Musk.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversas noticias, artigos científicos assim como projetos de maker. É apresentada a revista newelectronics de 12 de Maio.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.

Newsletter Nº262

Newsletter Nº262
Newsletter Nº262

Faz hoje anos que nascia, em 1909, o inventor e físico americano Edwin H. Land. Conhecido por fundar a Polaroid, o seu processo de uma fase para o desenvolvimento e impressão de fotografias foi a maior inovação em fotografia desde a introdução do filme em rolo. Ele demonstrou pela primeira vez a Polaroid Land Camera em 1947, que produzia impressões totalmente desenvolvidas em apenas 60 segundos. Land também aplicou o nome Polaroid ao filtro de polarização da luz que ele tinha inventado incorporando cristais adequados numa folha de plástico, amplamente conhecida pelo seu uso nas lentes dos óculos de sol. Os seus outros projectos incluíam raios-X instantâneos, projector de filmes em 3D entre as mais de 500 patentes que ele possuía.

E chegamos ao 5º aniversário da newsletter do altLab. Com este número são 262 semanas consecutivas a trazer noticias e projectos que vão aparecendo na Internet e que merecem ser referidos. Esta experiência tem sido profundamente enriquecedora para mim, não só pelo conhecimento que adquiro semanalmente ao deambular pela Internet em busca de novidades e de projecto interessantes para apresentar, como também por pode-lo partilhar com todos, criando na newsletter um índice para coisas interessantes que andam por ai.

O trabalho para criar a newsletter subdivide-se em dois momentos. Num primeiro momento que ocorre ao longo de toda a semana é feita a marcação de páginas/artigos que são potenciais candidatos a incluir, isto envolve um esforço nunca inferior a 1 hora por dia. Depois, no dia da newsletter é feito o trabalho de ler, seleccionar e resumir todos os artigos a incluir, este trabalho é de cerca de 4 a 5 horas. Portanto, para que esta newsletter chegue todas as semanas existe um esforço de cerca de 12 horas semanais da minha parte para a criar. As ferramentas que eu uso são relativamente rudimentares, “feedly” para marcar os artigos que aparecem nos diversos feed de RSS que tenho subscrito (cerca de 1000), depois usando o browser abro os links para as páginas, dou uma leitura, por vezes vou atrás da fonte do artigo e depois gravo a imagem de apresentação, o link para o vídeo e o texto assim como o link e titulo para a página. Isto fica tudo num ficheiro de texto que posteriormente é processado por um script de Python que faz toda a formatação e normalização dos textos e imagens produzindo um ficheiro final para a newsletter. A edição das imagens é feita com o GIMP e tudo isto é feito numa máquina com Linux Fedora.

Sei que existem diversas dificuldades em aceder à newsletter, havendo momentos em que a mesma se encontra inacessível ou apresenta imagens quebradas. Iremos num futuro muito próximo mudar a localização do site do altLab para outro servidor com mais capacidade e esperemos que nessa altura esses problemas fiquem resolvidos.

Só me resta agradecer o apoio que tenho de todos e enquanto me for possível continuarei com esta tarefa. E que venham mais 5!

E nesta semana que passou a Starlink explicou a forma como vai fazer para que a rede gigante de satélites que está a colocar em órbita não afecte os sistemas de observação astronómica. Essa operação passa por alterar a maneira como os satélites voam para sua altitude operacional, para que eles voem com os painéis numa orientação em direcção ao Sol. Como se trata de uma alteração que pode ser feita em Software, os engenheiros já estão a trabalhar nessa alteração.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversas noticias, artigos científicos assim como projetos de maker. É apresentado o ebook Raspberry Pi Camera Guide que aborda a nova câmara do Raspberry PI lançada a semana passada.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.

Newsletter Nº261

Newsletter Nº261
Newsletter Nº261

Faz hoje anos que nascia, em 1777, o matemático alemão Carl Friedrich Gauss. Ele foi responsável pela transformação de quase todas as áreas da matemática, para as quais o seu talento mostrou-se desde muito cedo. Pelas suas contribuições à teoria do magnetismo e da electricidade, uma unidade de campo magnético foi denominada de gauss. Ele criou o método dos mínimos quadrados na estatística, e sua curva de erro gaussiana permanece bem conhecida. Ele antecipou o sistema SI na sua proposta de que as unidades físicas deveriam basear-se em algumas unidades absolutas, como comprimento, massa e tempo. Em astronomia, ele calculou as órbitas dos pequenos planetas Ceres e Pallas por um novo método. Ele inventou o heliotrópio para determinação trigonométrica da forma da Terra. Com Wilhelm Weber, ele desenvolveu um telégrafo electromagnético e dois magnetómetros.

Faz igualmente anos hoje que nascia, em 1904 o matemático norte-americano George Robert Stibitz. Foi considerado por muitos como o “pai do computador digital moderno”. Enquanto trabalhava como matemático de pesquisa nos Laboratórios Bell Telephone, em Nova York, Stibitz trabalhou no equipamento de comutação de relé usado nas redes telefónicas. Em 1937, Stibitz, cientista do Bell Laboratories, construiu uma máquina digital baseada em relés, lâmpadas de lanterna e tiras de metal cortadas de latas. Ele o chamou de “Modelo K” porque a maior parte foi construída na sua mesa da cozinha. Ele trabalhou com o princípio de que, se dois relés fossem activados, eles causariam a activação de um terceiro, onde esse terceiro relé representaria a soma da operação. Além disso, em 1940, ele fez uma demonstração da primeira operação remota de um computador.

Por fim, faz anos hoje que nascia, em 1916 o matemático, engenheiro electrotécnico e criptógrafo norte-americano Claude Shannon. Conhecido como “o pai da teoria da informação”. Shannon é conhecido por ter fundado a teoria da informação com um artigo de referência, “Uma teoria matemática da comunicação”, que ele publicou em 1948. Ele também é creditado por ter fundado a teoria do desenho de computadores digitais e de circuitos digitais em 1937, quando, como estudante de mestrado de 21 anos no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), escreveu sua tese demonstrando que as aplicações eléctricas da álgebra booleana poderia construir e resolver qualquer relacionamento numérico lógico. Shannon contribuiu para o campo da cripto-análise para defesa nacional durante a Segunda Guerra Mundial, incluindo seu trabalho básico sobre decifrar códigos e telecomunicações seguras.

Nesta semana que passou ficámos a saber que o asteróide 1998 OR2 passou muito perto da Terra, a cerca de 6.3 milhões de quilómetros que corresponde a cerca de mais de 16 vezes a distância à Lua. Este corpo celeste tem cerca de 2 quilómetros de diâmetro e foi descoberto em Julho de 1998 pelo o Jet Propulsion Lab da NASA.

Também nesta semana que passou foi lançada a distribuição Fedora 32. As três edições – Workstation, Server e CoreOS – foram lançadas em simultâneo e trazem como grandes novidades o refrescamento das principais linguagens de programação e bibliotecas de sistema, incluindo o GCC 10, o Ruby 2.7 e o Python 3.8. Foi igualmente feito um esforço para que as bibliotecas de Python 2 e as suas dependências sejam removidas.

E nesta semana que passou também foram comemorados os 30 anos do Hubble. As imagens icónicas e avanços científicos do Telescópio Espacial Hubble da NASA / ESA redefiniram nossa visão do Universo. A 24 de Abril de 1990, o Telescópio Espacial Hubble foi lançado no Space Shuttle Discovery, junto com uma equipa de cinco astronautas. Implantado na órbita baixa da Terra um dia depois, o telescópio abriu nossos olhos para o cosmos e transformou nosso conhecimento colectivo do Universo.

Também esta semana foi lançada uma nova câmara para o Raspberry PI. A câmara de alta qualidade de 12.3 megapixels, custa cerca de 50€. A principal novidade, além do aumento de qualidade é a possibilidade de ser acoplado de forma simples um conjunto de lentes intercambiáveis. Esta câmara vem equipada com o sensor IMX477 da Sony.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos artigos científicos assim como projetos de maker. São apresentadas a revista neweletronics de 28 de Abril e a MagPI nº93 de Maio de 2020.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.