Newsletter Nº290

Newsletter Nº290
Newsletter Nº290

Faz hoje anos que nascia, em 1918, o astrónomo holandês Hendrik C. van de Hulst. Ele previu teoricamente que no espaço interestelar a quantidade de hidrogénio atómico neutro, que em sua transição hiperfina irradia e absorve a um comprimento de onda de 21 cm, pode-se esperar que ocorra em densidades de coluna tão altas a ponto de fornecer uma linha espectral suficientemente forte a ponto de ser mensurável. A linha de 21 cm de hidrogénio atómico foi detectada em 1951, a primeira na Universidade de Harvard seguida em poucas semanas por outros. A descoberta demonstrou que a pesquisa astronómica, que naquela época era limitada à luz convencional, poderia ser complementada com observações em comprimentos de onda de rádio, revelando uma série de novos processos físicos.

Faz igualmente hoje anos que nascia, em 1922, o geofísico britânico Keith Runcorn. Ele foi o primeiro a descobrir evidências das inversões polares periódicas do campo magnético da Terra. Na década de 1950 ele foi um pioneiro na disciplina incipiente do paleomagnetismo, ou magnetismo remanente, o estudo do magnetismo residual. Ele também fez contribuições substanciais para vários campos, incluindo convecção na Terra e Lua, a forma e campos magnéticos da Lua e planetas, magnetohidrodinâmica do núcleo da Terra, correntes terrestres, mudanças na duração do dia e divagação polar, deriva continental e tectónica de placas.

Por fim, faz hoje anos que nascia, em 1936, o químico taiwanês-americano Yuan T. Lee. Ele repartiu (com Dudley R. Herschbach e John C. Polanyi) o Prémio Nobel de Química em 1986 pelo seu papel no desenvolvimento da dinâmica da reacção química. Como investigador de pós-doutorado, Lee experimentou e desenvolveu a invenção de Herschbach da “técnica de feixe molecular cruzado”. Este estudo analisou reacções entre moléculas em baixas pressões, permitindo que feixes de moléculas e / ou átomos se encontrassem num ponto no espaço. Lee estendeu a técnica de Herschbach, introduzindo a espectroscopia de massa para identificar os produtos resultantes das reacções dos átomos de oxigénio e flúor com compostos orgânicos complexos.

Nesta semana que passou a cápsula Dragon da SpaceX chegou à Estação Espacial Internacional. Depois de ter sido lançada no passado dia 15 no foguetão SpaceX Falcon 9 os quatro astronautas, três norte-americanos e um japonês chegaram em segurança. Esta missão é a primeira de seis certificadas, as missões da tripulação NASA e SpaceX vão voar como parte do Programa de Tripulação Comercial da agência.

Também esta semana foi noticia uma “bola de fogo” que atravessou os céus do sul de Portugal e Espanha na madrugada da passada segunda-feira. O objecto calcula-se que se deslocava a uma velocidade de 227 mil quilómetros e destruiu-se a cerca de 61 quilómetros de altura sobre o distrito de Évora.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversas noticias, artigos científicos assim como projetos de maker. É apresentada a revista HackSpace Magazine nº37 de Dezembro.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.