Newsletter Nº251

Newsletter Nº251
Newsletter Nº251

Faz hoje anos que nascia, em 1844, o físico austríaco Ludwig Boltzmann. Foi o fundador da mecânica estatística. As suas teorias interligavam as propriedades e o comportamento de átomos e moléculas com as propriedades e o comportamento em larga escala das substâncias das quais eles eram os blocos constituintes. Ele também elaborou uma teoria cinética dos gases e a lei de Stefan-Boltzmann relativa a uma relação entre a temperatura dum corpo e a radiação que ele emite.

Também faz anos hoje que nascia, em 1931, o matemático norte-americano John Milnor. Recebeu a medalha Fields em 1962 por ter provado que uma esfera de 7 dimensões pode ter 28 estruturas diferenciais diferentes. Este trabalho abriu o novo campo de topologia diferencial. O teorema de Milnor mostra que a curvatura total de um nó é de pelo menos 4. Na década de 1950, Milnor fez uma quantidade substancial de trabalho em topologia algébrica, na qual construiu o espaço de classificação de um grupo topológico e deu uma realização geométrica de uma semi-simplicidade. complexo.

Por fim, faz anos hoje que nascia, em 1945, o astrofísico norte-americano George Smoot. Ele estudou o fundo cósmico de micro-ondas e descobriu a assinatura das ondas gravitacionais. Estas ondulações no espaço-tempo foram preditas pela primeira vez por Albert Einstein. Eles vêm dos primeiros momentos do cosmos e fornecem a primeira evidência directa da expansão após a criação do universo pelo Big Bang. Smoot liderou uma equipa de investigação para mapear os estágios iniciais do cosmos, descobrindo um padrão de variações minúsculas de temperatura que evoluíram para o universo agora formado. Ele partilhou o Prémio Nobel de Física de 2006 com John C. Mather “pela descoberta da forma do corpo negro e pela anisotropia da radiação cósmica de fundo em micro-ondas”.

Nesta semana que passou ficámos a saber que a SpaceX lançou mais um conjunto de 60 satélites para o espaço. Estes fazem parte da rede de satélites de comunicação Starlink. Infelizmente após o lançamento bem-sucedido, o primeiro estágio do foguetão não conseguiu pousar no drone Ship “Of Course I Still Love You” no Oceano Atlântico. Se tivesse sido bem sucedido, teria sido um marco importante para a empresa: 50 recuperações de foguetões. Esta missão da Starlink foi o 80º lançamento da SpaceX.

Também esta semana o veículo lunar Yutu-2 da China descobriu o que parecem ser rochas relativamente jovens durante suas recentes actividades de exploração no lado oposto da lua. O veículo espacial da missão Chang’e-4 fotografou as rochas espalhadas, aparentemente de cor mais clara. Os espécimes, que são bem diferentes daqueles já estudados pelo veículo espacial, poderiam completar as ideias da equipa sobre a história geológica e a evolução da área, chamada cratera Von Kármán.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker. É apresentada a revista Hackspace Magazine Nº28 do mês de Março.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.