Newsletter Nº220

Newsletter Nº220
Newsletter Nº220

Faz hoje anos que nascia, em 1635, Robert Hooke. Este Físico inglês descobriu a lei da elasticidade, conhecida como lei de Hooke, e inventou a mola de equilíbrio para relógios. Ele era um cientista virtuoso cujo âmbito de pesquisa variava amplamente, incluindo física, astronomia, química, biologia, geologia, arquitectura e tecnologia naval. Ele também inventou ou aperfeiçoou instrumentos meteorológicos, como o barómetro, o anemómetro e o higrómetro.

Faz também anos hoje que nascia, em 1768, Jean-Robert Argand. Este matemático suíço foi um dos primeiros a usar números complexos, que ele aplicou para mostrar que todas as equações algébricas têm raízes. O seu nome está associado ao diagrama de Argand, uma representação geométrica de números complexos como pontos num plano cartesiano, com a porção real do número no eixo do x a parte imaginária no eixo y.

Faz igualmente anos hoje que nascia, 1853, Hendrik Lorentz. Este Físico holandês partilhou (com Pieter Zeeman) o Prémio Nobel de Física em 1902 pela sua teoria da influência do magnetismo sobre os fenómenos da radiação electromagnética. A teoria foi confirmada pelas descobertas de Zeeman e deu origem à teoria da relatividade especial de Albert Einstein. Desde o início, Lorentz fez questão de estender a teoria da electricidade e da luz de James Clerk Maxwell. O seu trabalho fundamental nos campos da óptica e da electricidade revolucionou as concepções da natureza da matéria.

Faz também anos hoje que nascia, em 1906, Sidney Darlington. Este engenheiro electrotécnico norte americano é inventor de uma configuração de transístor em 1953, o par Darlington. Ele avançou o estado da teoria de redes, desenvolvendo a abordagem de síntese de perda de inserção e inventou o radar chirp, as miras de bombardeio e a orientação de armas e foguetes.

Por fim, faz anos hoje que nascia, em 1937, Roald Hoffmann. Este químico americano nascido na Polónia, recebeu, com Fukui Kenichi do Japão, o Prémio Nobel de Química em 1981 pelas suas investigações independentes dos mecanismos de reacções químicas. O seu trabalho visa antecipar teoricamente o curso das reacções químicas. Baseia-se na mecânica quântica (a teoria cujo ponto de partida é que os menores blocos de construção da matéria podem ser considerados tanto partículas quanto ondas), o que tenta explicar como os átomos se comportam. A interacção orbital e as relações de simetria entre moléculas ou partes de moléculas são fundamentais para essa teoria de conservação da simetria orbital em reacções químicas.

Nesta semana que passou a Intel anunciou um sistema neuromórfico de 8 milhões de neurónios, composto por 64 chips de pesquisa Loihi – nome de código Pohoiki Beach – está agora disponível para a comunidade de investigação. Com a Pohoiki Beach, os investigadores podem experimentar o chip de pesquisa inspirado no cérebro da Intel, Loihi, que aplica os princípios encontrados nos cérebros biológicos às arquitecturas de computadores. A Loihi permite que os utilizadores processem informações até 1.000 vezes mais rápido e 10.000 vezes mais eficiente do que CPUs para aplicações especializadas, como codificação esparsa, pesquisa de gráficos e problemas de satisfação de restrições.

Também esta semana ficámos a saber que o sistema de posicionamento global Galileo ficou inoperacional durante vários dias tendo entretanto voltado a ficar operacional. Os utilizadores comerciais já podem ver sinais de recuperação dos serviços de navegação e de hora do Galileo, embora algumas flutuações possam ainda ocorrer. O incidente técnico foi originado por um mau funcionamento do equipamento na infraestrutura terrestre do Galileo, afectando o cálculo das previsões de tempo e órbita, e que são usados para calcular a mensagem de navegação. O mau funcionamento afectou diferentes elementos nas instalações terrestres.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker. É apresentada também a revista Hackspace Magazine de Agosto e o livro “Elements of Programming”.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.