Newsletter Nº193

Newsletter Nº193
Newsletter Nº193

Faz hoje anos que nascia, em 1911, Norman Heatley. Este bioquímico inglês resolveu os problemas na extracção da penicilina do seu molde, e abriu o caminho para a sua produção em massa. No Dia D da Segunda Guerra Mundial, os Aliados tinham um stock adequado para tratar os feridos em perigo de infecções bacterianas graves. Embora tenha sido Fleming quem acidentalmente descobriu a penicilina (1928), foi Heatley quem a tornou prática, fazendo quantidades suficientes em 1941 para os seus primeiros testes clínicos. Seu aparato incluía “bacias” de porcelana, batedeiras de leite e bandejas de assar para cultivar as bactérias. Além disso, um método de ensaio que ele desenvolveu poderia medir com precisão a actividade de uma amostra de penicilina, no que ficou conhecido como “unidades de Oxford”. O seu método de produção usava pratos de tortas, latas de biscoitos e um recipiente de porcelana apelidado de comadre.

Faz também hoje anos que nascia, em 1936, Robert Woodrow Wilson. Este rádio-astrónomo norte-americano partilhou com seu colega de trabalho Arno Penzias o Prémio Nobel de Física de 1978 pela descoberta da radiação cósmica de fundo em micro-ondas usando uma antena de chifre de micro-ondas nos Laboratórios Bell, Holmdel, Nova Jersey. A sua descoberta em 1964 é agora amplamente interpretada como sendo a radiação remanescente do modelo “Big Bang” para a criação do universo há vários biliões de anos atrás. Wilson continuou o seu trabalho de astrofísica com Penzias, procurando por moléculas interestelares e determinando a abundância relativa de isótopos interestelares.

Por fim, faz anos hoje que nascia, em 1938, Donald Knuth. Este matemático e cientista da computação ficou conhecido por ter criado o sistema de composição de texto TeX, da linguagem de definição de fontes METAFONT relacionada e do sistema de renderização, e da família de fontes modernas Computer Modern. É também conhecido por ter criado a “bíblia” dos programadores – o TAOCP – The Art of Computer Programming. Na década de 1970, Knuth descreveu a ciência da computação como “um campo totalmente novo, sem identidade real. E o padrão de publicações disponíveis não era assim tão alto. Muitos dos trabalhos publicados estavam simplesmente errados … Então, uma das minhas motivações foi para endireitar uma história que foi muito mal contada. “. Em 2011, os três primeiros volumes e a primeira parte do volume quatro de sua série foram publicados.

Nesta semana que passou está a decorrer a CES 2019. Esta feira que decorre entre os dias 8 e 11 de Janeiro em Las Vegas e tem cerca de 4500 expositores é marcada habitualmente por lançamento de produtos por parte dos fabricantes de tecnologia e este ano não foi excepção.
Uma das noticias que destaco é a apresentação por parte da Hyundai do seu veiculo prototipo de resposta a catástrofes naturais. O conceito Elevate é baseado numa plataforma EV modular com a capacidade de alternar diferentes corpos para situações específicas. A arquitectura da perna robótica tem cinco graus de liberdade, além de motores de propulsão e é habilitada pelo mais recente em tecnologia de actuadores eléctricos. Este projecto é exclusivamente capaz de andar com os passos dos mamíferos e repteis, permitindo que ele se mova em qualquer direcção.
Outra noticia desta semana, também vinda da CES 2019 é a apresentação por parte da IBM do primeiro sistema de computação quântica integrado para uso comercial. O IBM Q System One foi projectado para lidar um dia com problemas que actualmente são considerados de natureza muito complexa e exponencial para os sistemas clássicos. Aplicações futuras da computação quântica podem incluir encontrar novas maneiras de modelar dados financeiros e isolar os principais factores de risco globais para fazer melhores investimentos, ou encontrar o melhor caminho entre os sistemas globais para logística ultra-eficiente e optimizar as operações de frota para entregas.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker assim como alguns modelos 3D que poderão ser úteis.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.