Newsletter Nº297

Newsletter Nº297
Newsletter Nº297

Faz hoje anos que nascia, em 1794, o químico alemão Eilhard Mitscherlich. Ele foi responsável por ter difundido o princípio do isomorfismo, após no início da sua carreira (por volta de 1820) descobriu a importância da semelhança da forma cristalina entre os compostos químicos. Ele começou a sua educação estudando medicina, mas o seu interesse mudou para a química e, em particular, a cristalografia. Ele trabalhou no laboratório de Berzelius (1820-22). Mitscherlich desenvolveu ainda mais a sua teoria do isomorfismo. Em 1834, ele destilou a seco o sal de cálcio do ácido benzóico para obter benzeno, entre outras pesquisas notáveis sobre os derivados do benzeno. Seguindo um interesse em geologia e mineralogia, ele produziu minerais artificiais. A indústria alemã de celulose cresceu a partir do processo Mitscherlich para extrair celulose da madeira.

Faz também hoje anos que nascia, em 1827, o topógrafo e engenheiro escocês Sandford Fleming. Ele emigrou aos 17 anos para Quebec, Canadá, em 24 de Abril de 1845, como agrimensor. Mais tarde, ele tornou-se um dos mais importantes engenheiros ferroviários do seu tempo. Enquanto era responsável pelo levantamento inicial da Canadian Pacific Railway, a primeira ferrovia canadiana a cruzar o continente, ele percebeu os problemas de coordenar uma ferrovia tão longa. Isso o levou à ideia de fusos horários, cuja contribuição para a adopção do actual sistema de fusos horários lhe rendeu o título de “Pai do Horário Padrão”. Fleming também desenhou o primeiro selo postal canadiano. Lançado em 1851, custava três centavos e representava o castor, agora o animal nacional do Canadá.

Faz igualmente hoje anos que nascia, em 1871, o matemático francês Émile Borel. Ele, juntamente com René Baire e Henri Lebesgue, esteve entre os pioneiros da teoria da medida e sua aplicação à teoria da probabilidade. Num de seus livros sobre probabilidade, ele propôs a experiência de pensamento de que um macaco carregando em teclas ao acaso numa máquina de escrever irá – com certeza absoluta – escrever todos os livros da Bibliothèque nationale de France (Biblioteca Nacional) da França. Isto agora é popularmente conhecido como teorema do macaco infinito. Ele foi o primeiro a desenvolver (1899) uma teoria sistemática para uma série divergente. Ele também publicou (1921-27) uma série de artigos de pesquisa sobre a teoria dos jogos e se tornou o primeiro a definir jogos de estratégia.

Faz também hoje anos que nascia, em 1920, o industrial e inventor britânico Alastair Pilkington. Ele inventou o processo de vidro cristal “float”, prático para a indústria, que substituiu o antigo método de fabricação de vidro plano. Ele desenvolveu a sua ideia em meados da década de 1950 e a anunciou ao público em 1959. Demorou três anos a mais para atingir uma produção consistente e lucrativa. Em 1962, o processo foi licenciado para uso nos EUA, seguido em breve pelo resto do mundo. O vidro plano com superfícies paralelas e brilhantes era fabricado a partir de uma fita contínua de vidro derretido saindo do forno e flutuando numa longa camada de estanho derretido. Nesta mesa, o vidro permanecia quente por tempo suficiente para que as irregularidades se alisassem, dispensando a necessidade de polimento posterior.

Por fim, faz hoje anos que nascia, em 1941, o químico britânico John E. Walker. Ele partilhou o Prémio Nobel de Química em 1997 pelo seu trabalho pioneiro sobre como a enzima ATP sintase catalisa a formação do composto de adenosina trifosfato de “alta energia” (ATP). Estas moléculas de ATP funcionam como portadoras de energia em todos os organismos vivos, sejam bactérias simples, fungos ou plantas, ou ainda em animais superiores e humanos. O ATP absorve a energia química libertada quando os nutrientes são metabolizados e transporta essa energia para as várias reacções que requerem energia. Estas reacções incluem a construção de células, a contracção das fibras musculares ou sinais nervosos.

E nesta primeira semana de 2021 ficamos a saber os trabalhos para a ligação via cabo submarino da EllaLink entre a América do Sul e Portugal foram concluídos. O cabo de fibra óptica de última geração que liga Portugal à América Latina já chegou a Sines. O sistema deverá estar totalmente operacional no segundo trimestre de 2021, tornando Portugal a nova porta de acesso à Europa para um nível de conectividade internacional sem precedentes. Ao criar a rota directa mais curta entre a Europa e a América Latina, evitando a passagem por países terceiros, a EllaLink reduz a latência em 50% em relação à infraestrutura actual, atingindo um valor real inferior a 60ms entre Portugal e o Brasil.

Também nesta semana um estudo revelou que os 28 dias mais rápidos (curtos) de que há registo desde 1960 ocorreram todos em 2020. Isto significa que a Terra está a girar a um velocidade superior ao normal. Se esta circunstância não é alarmante, porque o planeta, devido a diversos fenómenos físicos, varia ligeiramente o tempo total de rotação, é no entanto uma preocupação para o alinhamento com os sistemas de manutenção de tempo que se baseiam nos sistemas que usam os ultra-precisos relógios atómicos. Até agora, estes ajustes consistiam em adicionar um “segundo de salto” ao ano no final de Junho ou Dezembro, colocando o tempo astronómico e o tempo atómico de volta à sintonia. Esses segundos de salto foram acrescentados porque a tendência geral da rotação da Terra tem diminuído desde o início da medição precisa dos satélites no final dos anos 1960 e início dos anos 1970. Desde 1972, os cientistas adicionaram segundos de salto a cada ano e meio, em média, de acordo com o NIST. A última adição foi em 2016, quando na véspera de Ano Novo às 23 horas, 59 minutos e 59 segundos, um “segundo de salto” extra foi adicionado. No entanto, de acordo com a Time and Date, a recente aceleração na rotação da Terra fez com que os cientistas falassem pela primeira vez sobre um segundo de salto negativo. Em vez de adicionar um segundo, eles podem precisar de subtrair um. Isto porque a duração média de um dia é de 86.400 segundos, mas um dia astronómico em 2021 será 0,05 milissegundos mais curto, em média. Ao longo do ano, isso representará um atraso de 19 milissegundos no tempo atómico.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversas noticias, artigos científicos assim como projetos de maker.
Aproveito para desejar a todos um excelente 2021.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.