Newsletter Nº240

Newsletter Nº240
News­let­ter Nº240

Faz hoje anos que nas­cia, em 1868, Arnold Som­mer­feld. Este físi­co ale­mão cri­ou um mode­lo ató­mi­co que per­mi­tia expli­car as linhas espec­trais de estru­tu­ra fina. O seu pri­mei­ro tra­ba­lho foi sobre a teo­ria do giros­có­pio (com Klein) e, depois, sobre a pro­pa­ga­ção de ondas na tele­gra­fia sem fio. Mais sig­ni­fi­ca­ti­va foi a sua mai­or con­tri­bui­ção ao desen­vol­vi­men­to da teo­ria quân­ti­ca, em geral, e na sua apli­ca­ção a linhas espec­trais e ao mode­lo ató­mi­co de Bohr. Ele desen­vol­veu tam­bém uma teo­ria do elec­trão no esta­do metá­li­co, vali­o­sa para o estu­do da ter­mo­e­lec­tri­ci­da­de.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1879, Cly­de Ver­non Ces­s­na. Este pilo­to nor­te-ame­ri­ca­no, fabri­can­te de aero­na­ves ficou conhe­ci­do por ter inven­ta­do a asa can­ti­le­ver e uma con­fi­gu­ra­ção de cau­da em for­ma de V assim como um dese­nho sim­ples e fle­xí­vel de mono­pla­no. Ele é mais conhe­ci­do como o prin­ci­pal fun­da­dor da Ces­s­na Air­craft Cor­po­ra­ti­on.

Faz igual­men­te anos hoje que nas­cia, em 1901, Wer­ner Hei­sen­berg. Este físi­co e filó­so­fo ale­mão des­co­briu uma manei­ra de for­mu­lar a mecâ­ni­ca quân­ti­ca em ter­mos de matri­zes (1925). Por esta des­co­ber­ta, rece­beu o Pré­mio Nobel de Físi­ca em 1932. Em 1927, publi­cou o seu prin­cí­pio de inde­ter­mi­na­ção ou incer­te­za, sobre o qual cons­truiu a sua filo­so­fia e pelo qual é mais conhe­ci­do. Ele tam­bém fez impor­tan­tes con­tri­bui­ções às teo­ri­as da hidro­di­nâ­mi­ca da tur­bu­lên­cia, do núcleo ató­mi­co, do fer­ro­mag­ne­tis­mo, dos rai­os cós­mi­cos e das par­tí­cu­las ele­men­ta­res, e pla­ne­ou o pri­mei­ro reac­tor nucle­ar ale­mão pós-Segun­da Guer­ra Mun­di­al, em Karls­ruhe, na Ale­ma­nha Oci­den­tal.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1903, C. F. Powell. Este Físi­co inglês rece­beu o Pré­mio Nobel de Físi­ca em 1950 pelo seu desen­vol­vi­men­to do méto­do foto­grá­fi­co de estu­do de pro­ces­sos nucle­a­res e pela des­co­ber­ta resul­tan­te do pião (pi-meson), uma par­tí­cu­la suba­tó­mi­ca pesa­da. O pião pro­vou ser a par­tí­cu­la hipo­té­ti­ca pro­pos­ta em 1935 por Yukawa Hide­ki do Japão na sua teo­ria.

Por fim, faz anos hoje que nas­cia, em 1932, Shel­don Lee Glashow. Este Físi­co teó­ri­co ame­ri­ca­no, com Ste­ven Wein­berg e Abdus Salam, rece­beu o Pré­mio Nobel de Físi­ca em 1979 pelos seus esfor­ços com­ple­men­ta­res na for­mu­la­ção da teo­ria ele­tro­fra­ca, que expli­ca a uni­da­de do elec­tro­mag­ne­tis­mo e da for­ça fra­ca.

Nes­ta sema­na que pas­sou a NASA apre­sen­tou os pri­mei­ros resul­ta­dos da son­da Par­ker que foi lan­ça­da para estu­dar o Sol. A son­da está resis­tin­do a tem­pe­ra­tu­ras escal­dan­tes para reco­lher dados, que estão a ser apre­sen­ta­dos pela pri­mei­ra vez em qua­tro arti­gos que evi­den­ci­am carac­te­rís­ti­cas pre­vi­a­men­te des­co­nhe­ci­das e ape­nas teo­ri­za­das sobre o nos­so volá­til vizi­nho celes­te. Duran­te os seus voos ini­ci­ais, a Par­ker estu­dou o Sol a uma dis­tân­cia de cer­ca de 24 milhões de qui­ló­me­tros. Esta dis­tân­cia é mais pró­xi­ma do Sol do que Mer­cú­rio, mas a son­da ain­da se apro­xi­ma­rá ain­da mais no futu­ro, pois via­ja a mais de 213.000 km/h, mais rápi­do do que qual­quer outra nave ante­ri­or. A infor­ma­ção que a Par­ker des­co­briu sobre como o Sol ejec­ta cons­tan­te­men­te mate­ri­al e ener­gia aju­da­rão os cien­tis­tas a rees­cre­ver os mode­los que eles usam para enten­der e pre­ver o cli­ma espa­ci­al ao redor do nos­so pla­ne­ta, além de enten­der o pro­ces­so pelo qual as estre­las são cri­a­das e evo­lu­em. Estas infor­ma­ções serão vitais para pro­te­ger os astro­nau­tas e a tec­no­lo­gia no espa­ço — uma par­te impor­tan­te do pro­gra­ma Arte­mis da NASA, que envi­a­rá a pri­mei­ra mulher e o pró­xi­mo homem para a Lua em 2024 e, even­tu­al­men­te, para Mar­te.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. É apre­sen­ta­da a revis­ta Mag­Pi nº88 de Dezem­bro e tam­bém os livros “Rasp­ber­ry PI Pro­jects Book Volu­me 5” e “Book of Making Volu­me 2”.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.