Newsletter Nº237

Newsletter Nº237
Newsletter Nº237

Faz hoje anos que nascia, em 1765, Robert Fulton. Este inventor, engenheiro e artista americano trouxe o barco a vapor da fase experimental para o sucesso comercial. Ele não inventou o barco a vapor, construído no início dos anos 1700, mas aplicou suas habilidades de engenharia no seu projecto. Ele mudou as proporções, equilíbrio e velocidades das ideias já propostas. Em 1807, o trabalho foi concluído no Clermont, o primeiro barco a vapor que foi realmente bem-sucedido e o culminar de muitos anos de trabalho. A sua viagem inaugural foi em 17 de Agosto de Nova York a Albany, uma distância de 150 milhas concluída em 32 horas. Génio mecânico com muitos talentos, ele também projectou um sistema de vias navegáveis interiores, um submarino (Nautilus, 1801) e um navio de guerra a vapor.

Faz também hoje anos que nascia, em 1807, Auguste Laurent. Este químico francês desenvolveu a química orgânica como uma ciência distinta. Por um tempo, ele ajudou Jean Dumas e alargou o seu trabalho, entendendo os compostos orgânicos como derivados das moléculas de hidrocarbonetos. Na cristalografia, ele foi influenciado por René-Just Haüy. Laurent reconheceu que os átomos de carbono formavam ligações com base numa estrutura de pirâmide. Além disso, contra a opinião de muitos colegas, ele rejeitou a ideia de Jöns Berzelius de que mesmo moléculas orgânicas eram formadas a partir de entidades carregadas positiva e negativamente. Laurent mostrou (1836) que um átomo de hidrogénio com carga positiva poderia ser substituído por um átomo de cloro com carga negativa. Ele reconheceu famílias de compostos orgânicos com grupos característicos.

Faz igualmente hoje anos que nascia, em 1863, Leo Baekeland. Este industrial e químico belga-americano inventou o primeiro plástico termo-endurecível, a baquelite, que não amaciava quando aquecido. A sua primeira invenção bem-sucedida foi Velox (na década de 1890), um papel fotográfico que poderia ser usado com luz artificial em vez de luz solar, que ele vendeu em 1899 a George Eastman. Ele então experimentou encontrar um substituto sintético para goma-laca, um isolador útil de fios em bobinas eléctricas. Eventualmente, ele foi capaz de controlar o calor e a pressão para uma reacção formaldeído-fenol. Em 1909, ele mostrou o primeiro plástico totalmente sintético do mundo, que poderia ser usado não apenas para isoladores, mas moldado em botões, maçanetas e inúmeros outros itens. Com este produto patenteado, ele ajudou a fundar a moderna indústria de plásticos.

Faz também hoje anos que nascia, em 1891, Frederick Banting. Este médico fisiologista canadiano, assistido por Charles H. Best, foi o primeiro a extrair (1921) a hormona insulina do pâncreas. As injecções de insulina provaram ser o primeiro tratamento eficaz para o diabetes, uma doença na qual a glicose se acumula em quantidades anormalmente altas no sangue. Banting recebeu uma parte do Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1923 por essa conquista.

Por fim, faz hoje anos que nascia, em 1913, Malcom McLean. Este empresário e inventor americano desenvolveu o contentor de transporte de metal que agora é usado para transportar mercadorias em navios, comboios e camiões de mercadorias. Os contentores padronizados são fortes o suficiente para empilhar várias camadas nos navios e simplificam bastante o manuseio de carga por guindastes, com grande economia de custos com o trabalho de carregar e descarregar mercadorias num número maior de unidades menores de caixas e sacos. Ao dirigir um único camião para transportar materiais nos primeiros anos, ele fundou a McLean Trucking Co., que se tornou a segunda maior nos EUA. Quando percebeu que um camião e sua carroçaria de carga podiam ser separados, ele expandiu para o manuseio seguro de contentores. que podem ser empilhados para transporte em massa.

Nesta semana que passou ficámos a conhecer o projecto que o GitHub está a desenvolver com vista à preservação do software open-source. O GitHub está em parceria com a Long Now Foundation, o Internet Archive, a Software Heritage Foundation, o Arctic World Archive, a Microsoft Research, a Bodleian Library e a Stanford Libraries para garantir a preservação a longo prazo do software de código aberto do mundo. Esse conhecimento inestimável será protegido, pelo armazenamento de várias cópias, continuamente, em vários formatos e locais de dados, incluindo um arquivo de longo prazo projetado para durar pelo menos 1.000 anos.
No dia 2 de Fevereiro de 2020 será feito um snapshot do que se encontra no Github e serão arquivados no Arctic Code Vault todos os repositórios públicos activos do GitHub, além de repositórios inactivos significativos, conforme determinado por estrelas, dependências e um painel consultivo. O snapshot consistirá no HEAD da ramificação padrão de cada repositório, menos os binários maiores que 100 KB. Cada repositório será empacotado como um único arquivo TAR. Para maior densidade e integridade dos dados, a maioria dos dados será armazenada em código QR. Um índice e um guia legíveis por humanos detalham a localização de cada repositório e explicam como recuperar os dados.
O Arctic Code Vault do GitHub é um repositório de dados preservado no Arctic World Archive (AWA). O arquivo encontra-se localizado numa antiga mina de carvão desactivada a 250 metros de profundidade no permafrost de uma montanha no Artico em Svalbard.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker assim como um modelo 3D que poderá ser útil. É apresentada a revista newelectronics de 12 de Novembro de 2019.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.