Newsletter Nº214

Newsletter Nº214
Newsletter Nº214

Faz hoje anos que nascia, em 1850, Karl Ferdinand Braun. Este físico alemão partilhou o Prémio Nobel da Física em 1909 com Guglielmo Marconi pelo desenvolvimento do telegrafo sem fio. Ele publicou artigos sobre desvios da lei de Ohm e sobre os cálculos da força electromotriz de elementos galvânicos reversíveis de fontes térmicas, e descobriu (1874) o efeito do rectificador eléctrico. Ele demonstrou o primeiro osciloscópio de raios catódicos (tubo de Braun) em 1897, depois de trabalhar em correntes alternadas de alta frequência. Os tubos de raios catódicos já tinham sido caracterizados por raios não controlados; Braun conseguiu produzir um fluxo estreito de electrões, guiado por meio de voltagem alternada, que poderia traçar padrões numa tela fluorescente.

Faz também anos hoje que nascia, em 1932, David Scott. Este Astronauta norte-americano foi o primeiro a conduzir um veículo com rodas na Lua a 31 de Julho de 1971. O Foguetão Gemini 8 foi lançado em 16 de Março de 1966, com Scott e Neil Armstrong como tripulantes e conduziu a primeira ancoragem no espaço com um Agena. Scott voou na missão Apollo 9, lançada em 3 de Março de 1969, um teste de órbita terrestre de dez dias do primeiro conjunto completo de hardware da Apollo. Em 26 de Julho de 1971, Scott foi lançado na missão Apollo 15. Ele estava no comando do seu Módulo Lunar, que fez o quarto pouso lunar, tornou-se a sétima pessoa a andar na Lua e o primeiro a usar o veículo Lunar Rover na superfície da Lua. Isto fez parte de uma investigação científica de três dias, onde foram recolhidas cerca de 77 kg de amostras de rochas, e uma estação de ciência da ALSEP foi deixada no local de pouso para continuar a monitorização do ambiente lunar.

Faz igualmente anos hoje que nascia, em 1933, Heinrich Rohrer. Este Físico suíço recebeu metade do Prémio Nobel de Física de 1986 com Gerd Binnig, pela invenção conjunta do microscópio de tunelamento. (Ernst Ruska recebeu a outra metade do prémio). O microscópio electrónico de Ruska dos anos 1930 foi incapaz de mostrar a estrutura da superfície no nível atómico. Rohrer e Binnig começaram a trabalhar em 1978 num microscópio de tunelamento de varredura no qual uma sonda fina passa a poucos angstroms da superfície da amostra. Uma voltagem positiva na sonda permite que os electrões se movam da amostra para a sonda pelo efeito de túnel, e a corrente detectada pode ser usada para manter a sonda a uma distância constante da superfície. À medida que a sonda se move em linhas paralelas, uma imagem 3D da superfície pode ser construída.

Por fim, faz anos hoje que nascia, em 1943, Richard E. Smalley. Este químico e físico norte-americano ficou conhecido como o pai da nano-tecnologia, que dividiu o Prémio Nobel de Química de 1996 com Robert F. Curl Jr. e Sir Harold W. Kroto pela descoberta conjunta, em 1985, de carbono (C60, ou Buckminsterfulereno, ou “buckyballs”) e os fulerenos.

Completam-se hoje 35 anos desde o lançamento desse jogo mundialmente famoso chamado Tetris. O Tetris foi originalmente concebido e desenvolvido pelo programador russo Alexey Leonidovich Pajitnov. O seu nome é derivado das palavras “tetromino”, que é uma forma geométrica composta por quatro quadrados, e “ténis”, supostamente o desporto favorito de Pajitnov.

Nesta semana que passou ficamos a conhecer o novo pneu sem ar desenvolvido pela Michelin. Juntamente com a GM o prototipo MICHELIN Uptis (ou “Unique Puncture-proof Tire System”) foi apresentado. A tecnologia sem ar faz com que o Uptis Prototype elimine furos e rebentamento de pneus. Isto significa que o Uptis oferece um potencial significativo para reduzir o uso de matérias-primas e resíduos, contribuindo para a visão da GM para um mundo com zero colisões, zero emissões e zero congestionamentos.

Também esta semana a KLM e TU Delft unem forças para tornar a aviação mais sustentável. A KLM contribuirá para a pesquisa da TU Delft sobre um conceito de voo inovador conhecido como “Flying-V”. O desenho em forma de V da aeronave integrará a cabine de passageiros, o porão de carga e os tanques de combustível nas asas. A sua forma aerodinâmica aperfeiçoada e peso reduzido significam que ele consome 20% menos combustível do que o Airbus A350, a aeronave mais avançada da actualidade. Um modelo em escala voadora e uma secção em tamanho real do interior do Flying-V serão oficialmente apresentados no KLM Experience Days no Aeroporto Schiphol de Amesterdão em Outubro, por ocasião do 100º aniversário da KLM.

Também nesta semana que passou a Amazon, na sua conferência re: MARS, (Machine Learning, Automation, Robotics and Space), em Las Vegas, revelou o mais recente desenho de drones Prime Air. O objectivo destes drones é serem totalmente eléctricos e poder voar até 15 milhas e entregar pacotes com menos de cinco libras a clientes em menos de 30 minutos.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker. É apresentada a revista newelectronics de 28 de Maio.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.