Newsletter Nº210

Newsletter Nº210
News­let­ter Nº210

Foi no lon­gín­quo dia 5 de Maio de 2015 que esta aven­tu­ra come­çou… e já se pas­sa­ram 4 anos. A news­let­ter do altLab está de para­béns. Tem sido uma jor­na­da inte­res­san­te e que tem tra­zi­do a este espa­ço um con­jun­to mui­to inte­res­san­te de infor­ma­ção seja ela de cariz Cientifico/Tecnológico ou pro­jec­tos curi­o­sos que estão publi­ca­dos na Inter­net, pas­san­do pelos e‑books ou e‑magazines que estão dis­po­ní­veis gra­tui­ta­men­te para todos. Para já o for­ma­to da news­let­ter irá man­ter-se. Have­rá algu­mas mudan­ças que futu­ra­men­te reve­la­rei.

Faz hoje anos que nas­cia, em 1746, Gas­pard Mon­ge. Este Mate­má­ti­co fran­cês ficou conhe­ci­do pela sua ela­bo­ra­ção da geo­me­tria des­cri­ti­va. Embo­ra fos­se filho de um comer­ci­an­te ambu­lan­te, aos 22 anos de ida­de, lec­ci­o­na­va mate­má­ti­ca na esco­la mili­tar de Méziè­res e mais tar­de tor­nou-se pro­fes­sor na Éco­le Poly­te­ch­ni­que, que aju­dou a fun­dar e a orga­ni­zar. Ele desen­vol­veu a mate­má­ti­ca de pro­jec­tar figu­ras sóli­das num pla­no (sobre o qual se baseia o dese­nho de enge­nha­ria moder­no) seguin­do uma suges­tão da teo­ria (1738) de Fré­zi­er. Mon­ge apli­cou mais téc­ni­cas de aná­li­se à teo­ria da cur­va­tu­ra que mais tar­de foi reto­ma­da no tra­ba­lho revo­lu­ci­o­ná­rio de Georg Rie­mann sobre geo­me­tria e cur­va­tu­ra.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1845, Gus­taf de Laval. Este cien­tis­ta, enge­nhei­ro e inven­tor sue­co foi pio­nei­ro no desen­vol­vi­men­to de tur­bi­nas de alta velo­ci­da­de. Depois de ganhar o seu Ph.D. aos 27 anos, ele tra­ba­lhou como enge­nhei­ro téc­ni­co numa side­rur­gia na sua ter­ra natal. Em 1877, ele come­çou a desen­vol­ver um sepa­ra­dor de cre­me cen­trí­fu­go de alta velo­ci­da­de, um avan­ço sig­ni­fi­ca­ti­vo na pro­du­ção de man­tei­ga. Ele aper­fei­ço­ou uma máqui­na de orde­nha a vácuo em 1913. Por vol­ta de 1882, come­çou a tra­ba­lhar em tur­bi­nas a vapor e, em 1889, soli­ci­tou uma paten­te bri­tâ­ni­ca para um tipo de impul­so, com um jac­to de vapor baten­do num con­jun­to de lâmi­nas na peri­fe­ria de uma roda. O seu talen­to inven­ti­vo era amplo, e incluiu ilu­mi­na­ção eléc­tri­ca, ele­tro­me­ta­lur­gia e aero­di­nâ­mi­ca. Duran­te a sua vida, ele adqui­riu 92 paten­tes sue­cas e fun­dou 37 empre­sas.

Faz igual­men­te anos hoje que nas­cia, em 1850, Edward Wes­ton. Este Enge­nhei­ro elec­tro­téc­ni­co e indus­tri­al ame­ri­ca­no nas­ci­do na Grã-Bre­ta­nha fun­dou a Wes­ton Elec­tri­cal Ins­tru­ment Com­pany. Ele foi para a Amé­ri­ca como um jovem estu­dan­te de medi­ci­na em 1870. Nos anos seguin­tes, ele revo­lu­ci­o­nou a indús­tria de elec­tro-gal­va­ni­za­ção inven­tan­do e fabri­can­do um dína­mo de gal­va­no­plas­tia com mui­to suces­so, que supe­rou em mui­to a efi­ci­ên­cia das bate­ri­as de arma­ze­na­men­to. Ele paten­te­ou o dína­mo e um âno­do de níquel em 1875. A par­tir de então até cer­ca de 1917, Wes­ton rece­beu 334 paten­tes nos EUA. Após as pri­mei­ras expe­ri­ên­ci­as com pro­jec­tos de lâm­pa­das incan­des­cen­tes, ele des­ta­cou-se com a inven­ção e fabri­ca­ção de uma série de ins­tru­men­tos de medi­ção elec­tró­ni­ca de pre­ci­são.

Por fim, faz anos hoje que nas­cia, em 1927, Man­fred Eigen. Este Físi­co e bioquí­mi­co ale­mão par­ti­lhou (com Ronald Nor­rish e Geor­ge Por­ter) o Pré­mio Nobel de 1967 da Quí­mi­ca “pelos seus estu­dos de reac­ções quí­mi­cas extre­ma­men­te rápi­das, afec­tan­do o equi­lí­brio por meio de pul­sos de ener­gia mui­to cur­tos.” Em 1954, Eigen intro­du­ziu as téc­ni­cas de rela­xa­men­to para o estu­do de reac­ções quí­mi­cas extre­ma­men­te rápi­das (aque­las que levam menos de um milis­se­gun­do). O seu méto­do geral era tomar uma solu­ção em equi­lí­brio para uma dada tem­pe­ra­tu­ra e pres­são. Se uma peque­na per­tur­ba­ção fos­se apli­ca­da à solu­ção, o equi­lí­brio seria mui­to bre­ve­men­te des­truí­do e um novo equi­lí­brio seria rapi­da­men­te alcan­ça­do. Eigen estu­dou exac­ta­men­te o que acon­te­ceu nes­te cur­to espa­ço de tem­po por meio de espec­tros­co­pia de absor­ção.

Nes­ta sema­na que pas­sou ficá­mos a saber que a Blue Ori­gin pla­neia levar huma­nos à Lua. Embo­ra Bezos não tenha decla­ra­do expli­ci­ta­men­te que a Blue Ori­gin pla­neia ofe­re­cer o seu novo veí­cu­lo à NASA para a ambi­ci­o­sa ini­ci­a­ti­va da agên­cia de pou­sar astro­nau­tas na Lua em 2024, uma des­cri­ção recém-publi­ca­da no site da empre­sa afir­ma que a vari­an­te da Blue Moon “foi pro­jec­ta­da para pou­sar um veí­cu­lo que nos per­mi­ti­rá levar nova­men­te ame­ri­ca­nos à lua em 2024.”

Tam­bém esta sema­na ficá­mos a saber que Jean-Jac­ques SAVIN, um aven­tu­rei­ro fran­cês de 72 anos, che­gou à ilha das caraí­bas Mar­ti­ni­ca depois de cru­zar com suces­so o Oce­a­no Atlân­ti­co numa cáp­su­la laran­ja em for­ma de bar­ril.
A jor­na­da demo­rou 122 dias no mar a cáp­su­la onde ele se encon­tra­va via­jou cer­ca de 4,500 km. O ex-pára-que­dis­ta mili­tar pas­sou mais de qua­tro meses no bar­ril, com 3 m de com­pri­men­to e 2,10 m de lar­gu­ra.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker assim como alguns mode­los 3D que pode­rão ser úteis. É apre­sen­ta­da a revis­ta newe­lec­tro­nics de 23 de Abril.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.