Newsletter Nº205

Newsletter Nº205
Newsletter Nº205

Faz hoje anos que nascia, em 1821, Linus Yale Jr.. Este inventor norte-americano e fabricante de fechaduras, ficou conhecido pela sua invenção da fechadura de cilindro conhecida por seu nome. O seu primeiro negócio de fechaduras, estabelecido em Shelburne Falls, Massachusetts (início da década de 1840), começou com a produção de fechaduras bancárias, como a Yale Infallible Bank Lock (1851). Ele introduziu o bloqueio de combinação (c.1862). O seu conhecimento especializado deu-lhe fama por poder abrir as fechaduras “invioláveis” dos seus concorrentes. Ele patenteou pela primeira vez a fechadura da porta do cilindro do tambor em 1861. O seu modelo aprimorado de 1865 continua a ser um projecto seguro usado nas fechaduras de Yale de hoje. Ele começou a produção em massa deste tipo de tranca, e com parceiros, fundou a Yale Lock Manufacturing Co. no último ano de sua vida (1868).

Faz também anos hoje que nascia, em 1823, Carl Wilhelm Siemens. Este engenheiro e inventor germano-inglês inventou o “sistema regenerativo” de uso de gases residuais para pré-aquecer gases combustíveis, para o forno aberto usado na fabricação de aço. Ele também foi importante na indústria telegráfica, pioneira no cabo submarino. Ele ajudou na engenharia da linha telegráfica de Londres-Calcutá (1869), uma conquista marcante nas comunicações. O seu nome no nascimento foi Carl Wilhelm Siemens, o irmão mais novo de Ernst Werner Siemens (mais tarde conhecido como Werner von Siemens, que fundou o que hoje é a multinacional Siemens). Carl visitou pela primeira vez a Inglaterra como agente de seu irmão para introduzir um dispositivo de eletrodeposição.

Faz igualmente anos hoje que nascia, em 1846, Raoul Pictet. Este químico suíço foi pioneiro da criogenia. O seu interesse original era a produção artificial de gelo (para refrigeração) e levou-o a estudar a produção de temperaturas extremamente baixas. Ele produziu oxigénio líquido, trabalhando independentemente do cientista francês Louis Paul Cailletet, que também é creditado com sua descoberta em 1877. No entanto, Pictet usou equipamentos mais elaborados e foi capaz de produzir maiores volumes de gases liquefeitos. Pictet usou um método em cascata, no qual ele evaporou o dióxido de enxofre líquido para liquefazer o dióxido de carbono, que por sua vez era permitido evaporar e arrefecer o oxigénio abaixo de sua temperatura crítica. O oxigénio pode então ser liquefeito por pressão. Isto também foi mais fácil de aplicar a outros gases.

Faz também anos hoje que nascia, em 1949, Shing-Tung Yau. Este matemático nascido na China recebeu a Medalha Fields em 1982 pelo seu trabalho em equações diferenciais parciais e geometria diferencial. O seu trabalho também tem aplicações em topologia, geometria algébrica, teoria de representação e relatividade geral. Trabalhando em colaboração com Richard M. Schoen, Yau resolveu um problema em aberto de longa data na teoria da relatividade, mostrando a positividade da massa no espaço-tempo. Como consequência, Schoen e Yau foram capazes de dar a primeira demonstração rigorosa de como os buracos negros podem ser formados por causa da condensação da matéria. Um buraco negro possui um campo gravitacional tão forte que nenhuma matéria ou radiação pode escapar a ele.

Por fim, faz anos hoje que nascia, em 1950, Steven Sasson. Este engenheiro electrotécnico e inventor norte-americano construiu a primeira câmara digital enquanto trabalhava na Kodak. O seu supervisor pediu que ele explorasse a aplicação de um dispositivo electrónico de carga acoplada (CCD) como um sensor de imagem numa câmara. O protótipo experimental que ele construiu era do tamanho de uma torradeira e pesava quase 4 quilos. Ela tirou a primeira foto digital em Dezembro de 1975, convertendo a imagem num sinal electrónico que foi digitalizado e armazenado numa fita de cassete. Mantendo-se concentrada no tradicional filme fotográfico de celulóide que há muito tempo era o negócio gigantesco da Kodak, só em 1996 é que a empresa começou a vender câmaras digitais no mercado. Infelizmente para a empresa, ela não foi apenas eclipsada por outros fabricantes de câmaras digitais, mas a mudança tecnológica destruiu o seu negócio de filmes fotográficos, apesar de ter acumulado 1.000 patentes de imagens digitais.

Nesta semana que passou ficámos a saber que a Amazon tenciona lançar para o espaço cerca de 3,236 satélites para criar uma rede que possibilite disponibilizar uma rede Internet de alta velocidade global. Conhecido como Project Kuiper, o movimento representa a mais recente ambição espacial de Jeff Bezos.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker. É apresentada a revista micro:mag nº4.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.