Newsletter Nº164

Newsletter Nº164
Newsletter Nº164

Faz hoje anos que nascia, em 1781, Siméon Denis Poisson. Este matemático francês ficou conhecido pelo seu trabalho em integrais definidas, avanços nas séries de Fourier, teoria electromagnética e probabilidade. A distribuição de Poisson (1837) descreve a probabilidade de que um evento aleatório ocorra num intervalo de tempo ou espaço sob as condições em que a probabilidade do evento ocorrer é muito pequena, mas o número de tentativas é muito grande para que o evento realmente ocorra poucas vezes. Os seus trabalhos incluíram aplicações para electricidade e magnetismo e astronomia. Ele também é conhecido pela integral de Poisson, pela equação de Poisson na teoria do potencial, pelos parênteses de Poisson nas equações diferenciais, pela razão de Poisson na elasticidade e pela constante de Poisson na electricidade.

Faz também hoje anos que nascia, em 1863, Max Wolf. Este astrónomo alemão fundou e dirigiu o Observatório Königstuhl. Ele usou a fotografia de campo amplo para estudar a Via Láctea e usou o tratamento estatístico da contagem de estrelas para provar a existência de nuvens de matéria escura. Ele foi um dos primeiros astrónomos a mostrar que as nebulosas em espiral têm espectros de absorção típicos de estrelas e, portanto, diferem das nebulosas gasosas. A sua contribuição mais importante foi a introdução da fotografia para descobrir centenas de asteróides, o primeiro dos quais ele nomeou Brucia em homenagem ao doador de seu telescópio duplo de 16 polegadas, Catherine Wolfe Bruce.

Por fim, faz hoje anos que nascia, em 1916, Joseph Bamford. Este inventor e industrial Inglês inventou e fabricou a máquina de construção JCB com uma pá operada hidraulicamente na frente e um braço de escavadora nas costas. Do negócio que levou suas iniciais, que ele começou numa garagem em 1945, e tornou-se num dos industriais mais bem sucedidos da Grã-Bretanha. Ele foi pioneiro a introduzir o conceito de retro-escavadora na Europa. Ele também é creditado com a ampla aplicação da tecnologia hidráulica na construção e equipamentos agrícolas. A empresa que ele fundou agora tem um mercado global de máquinas pesadas e máquinas agrícolas.

Nesta semana que passou ficámos a saber que os construtores de Stonehenge usaram o teorema de Pitágoras 2.000 anos antes do filósofo grego nascer. Um novo livro, Megalith, reexaminou a antiga geometria dos monumentos neolíticos e concluiu que eles foram construídos por astrónomos sofisticados que entendiam longos ciclos lunares, solares e de eclipses e construíram enormes calendários de pedra usando geometria complexa.

Também esta semana ficámos a saber que a China é pioneira em impressão 3D em cerâmica em micro-gravidade. O uso potencial mais excitante da tecnologia é construir bases na Lua, Marte ou outros planetas. Ou talvez apenas para beber chá de um copo feito de poeira lunar ou solo marciano. Cientistas do Centro de Tecnologia e Engenharia para Utilização Espacial da Academia Chinesa de Ciências (CAS) concluíram a primeira experiência de fabricação de cerâmica do mundo sob micro-gravidade, usando a tecnologia de processamento digital de luz a bordo de um avião europeu de voos parabólicos na Suíça.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker. É apresentada a revista hackspace número 8 e o livro acelarando a transformação digital com contentores e Kubernetes.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.