Newsletter Nº163

Newsletter Nº163
Newsletter Nº163

Faz anos hoje que nascia, em 1736, Charles-Augustin de Coulomb. Este físico francês ficou conhecido pela formulação da lei de Coulomb, que afirma que a força entre duas cargas eléctricas é proporcional ao produto das cargas e inversamente proporcional ao quadrado da distância entre elas. A força de coulomb é uma das forças principais envolvidas em reacções atómicas. A relação quadrada inversa também é vista na relação da força de gravitação entre as massas. Em 1777, ele inventou uma balança de torção que posteriormente modificou para medições eléctricas. Ele também fez pesquisas sobre o atrito de máquinas, sobre moinhos de vento e sobre a elasticidade das fibras de metal e seda. O Coulomb (símbolo: C) é a unidade de carga eléctrica do Sistema Internacional de Unidades (SI). É a carga (símbolo: Q ou q) transportada por uma corrente constante de um ampere durante um segundo.

Faz também anos hoje que nascia, em 1856, Andrey Markov. Este matemático russo ajudou a desenvolver a teoria dos processos estocásticos, especialmente aqueles chamados de cadeias de Markov, sequências de variáveis aleatórias em que a variável futura é determinada pela variável presente, mas é independente da maneira em que o estado actual surgiu a partir de seus predecessores. (Por exemplo, a probabilidade de ganhar no jogo do monopólio pode ser determinada usando cadeias de Markov.) O seu trabalho baseado no estudo da probabilidade de eventos mutuamente dependentes foi desenvolvido e amplamente aplicado às ciências biológicas e sociais.

Faz igualmente anos hoje que nascia, em 1862, John Ulric Nef. Este químico suíço-americano publicou estudos que demonstraram que o carbono pode ter uma valência (ou seja, afinidade por electrões) de dois (como a quinona), bem como uma valência de quatro, aumentando assim enormemente a compreensão da química orgânica teórica. Ele forneceu uma base para o sistema moderno de notação química. Ele estudou o tautomerismo, especialmente de nitro-parafinas, e descobriu o que hoje é chamado de “reacção de Nef”; a conversão catalisada por ácido de nitroalcanos primários e secundários em aldeídos e cetonas, respectivamente. A sua principal pesquisa foi sobre carbono bivalente, incluindo isonitrilas, monóxido de carbono, fulminatos e metileno. Nos últimos anos, ele estudou as complexas reacções dos açúcares em álcalis e ácido.

Faz também anos hoje que nascia, em 1868, Karl Landsteiner. Este médico austríaco-americano, imunologista e patologista recebeu o Prémio Nobel da Medicina em 1930 pela descoberta dos principais grupos sanguíneos e pelo desenvolvimento do sistema ABO de tipo sanguínea que reduziu muito o risco e tornou a transfusão sanguínea uma prática médica de rotina. Esta análise do tipo sanguíneo mostrou-se útil também em aplicações genéticas e legais. Ele primeiro relatou que o sangue tinha tipos em 1901. A base desses tipos são proteínas específicas chamadas antígenos que são encontradas na superfície dos glóbulos vermelhos e dos anticorpos encontrados no plasma. Ele também descobriu o factor Rh, que explicou algumas complicações da gravidez e do nascimento, quando o factor Rh da mãe e do bebê não combinam.

Por fim, faz anos hoje que nascia, em 1832, Nikolaus August Otto. Este engenheiro alemão desenvolveu com sucesso o motor de combustão interna de carga comprimida que funcionava com gás de petróleo e conduziu ao moderno motor de combustão interna. A VDI (Associação de Engenheiros Alemães) criou o padrão DIN 1940 que diz “Otto Engine: motor de combustão interna no qual a ignição da mistura de ar-combustível comprimido é iniciada por uma centelha”, que foi aplicada a todos os motores deste tipo desde então.

Nesta semana que passou ficámos a conhecer o Summit – o novo supercomputador mais rápido do mundo. Instalado no Laboratório Nacional de Oak Ridge este computador massivo tem 27,648 Volta Tensor Core GPUs da NVidia que pode disponibilizar cerca de 3 exaops, um valor particularmente elevado de cálculos por segundo. Cerca de 100 vezes mais rápido que o Titan, o anterior supercomputador mais rápido dos EUA, concluído há apenas cinco anos. E 95% desse poder de computação vem das GPUs. Só para colocar as coisas em perspectiva se toda a população terrestre fizesse um calculo por segundo, demoraria 15 anos para fazer o que o Summit faz em apenas 1 segundo. Num teste inicial, uma equipa de genomica resolve um problema numa hora que demoraria 30 anos a resolver num PC actual. O Summit ocupa o espaço de 520 metros quadrados ou cerca de dois campos de ténis e pesa o equivalente a um avião comercial.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker. É apresentada a revista newelectronics de 12 de Junho.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.