Newsletter Nº158

Newsletter Nº158
Newsletter Nº158

Faz hoje anos que nascia, em 1788, Augustin-Jean Fresnel. Este físico francês foi o primeiro a investigar o efeito da interferência da luz, com resultados conhecidos como franjas de Fresnel. Este trabalho decisivo, juntamente com outras experiências com luz polarizada, apoiou a teoria da luz de Thomas Young. Fresnel avançou a teoria das ondas identificando a luz como ondas transversais em vez das ondas longitudinais anteriormente assumidas por Young e Christiaan Huygens. O seu trabalho pioneiro em óptica incluiu mostrar que a luz branca é composta por um espectro de inúmeros comprimentos de onda que variam do vermelho ao mais curto comprimento de onde violeta. Ele também melhorou o sistema óptico de faróis de sinalização marítima substituindo reflectores de metal por lentes revolucionárias. Estas lentes foram posteriormente adoptadas para faróis de veículos automóveis, dispositivos para ampliar ecrans de televisão, semáforos, sistemas ópticos de aterragem em aeroportos e porta-aviões, etc.

Faz também anos hoje que nascia, em 1830, François-Marie Raoult. Este químico francês formulou uma lei sobre soluções (chamada lei de Raoult) que permitiu determinar os pesos moleculares das substâncias dissolvidas.

Faz igualmente anos hoje que nascia, em 1901, John Desmond Bernal. Este físico irlandês e cristalógrafo de raios-X contribuiu para a cristalografia de raios-X para determinar as estruturas atómicas de compostos sólidos. Depois de se formar em Cambridge, ele começou a pesquisar em 1923 na Royal Institution, em Londres, para William Henry Bragg, sobre a estrutura de grafite. Em 1927, ele voltou a Cambridge como o primeiro conferencista em cristalografia estrutural. O alcance da sua pesquisa expandiu-se em biologia molecular, a origem da vida e a estrutura e composição da crosta terrestre.

Por fim, faz anos hoje que nascia, e m 1903, Oleg Losev. Este cientista e inventor russo fez descobertas significativas no campo de junções semicondutores. Embora nunca tenha conseguido concluir uma educação formal e nunca tenha ocupado um cargo de investigador, Losev realizou algumas das primeiras pesquisas sobre semicondutores, publicando 43 artigos e recebendo 16 “certificados de autor” (a versão soviética de patentes) para suas descobertas. Ele observou a emissão de luz das junções de contacto ponto-carborundum, o primeiro díodo emissor de luz (LED), fez a primeira pesquisa sobre elas, propôs a primeira teoria correta de como elas funcionavam e usou-as em aplicações práticas como electroluminescência. Ele explorou a resistência negativa nas junções semicondutores e foi o primeiro a usá-las na prática para amplificação, construindo os primeiros amplificadores de estado sólido, osciladores electrónicos e receptores de rádio super-heteródino, 25 anos antes da invenção do transístor. No entanto, os seus feitos foram negligenciados, e desconhecidos por meio século antes de ter sido reconhecido no final do século XX e início do século XXI.

Esta semana a Google apresentou o Android Things que é um sistema operativo que permite criar e manter dispositivos do Internet of Things em grande escala. Trata-se de uma plataforma robusta que faz o trabalho pesado com hardware certificado, Com APIs avançadas de programador e actualizações seguras de software gerido usando a infraestrutura de back-end da Google, para que se possa concentrar na criação do produto. Foi anunciado o suporte para novos System-on-Modules (SoMs) baseados nas plataformas de hardware NXP i.MX8M, Qualcomm SDA212, Qualcomm SDA624 e MediaTek MT8516. Esses módulos são certificados para uso em produção com suporte de longo prazo garantido por três anos, facilitando a colocação de protótipos no mercado.

Nesta Newsletter foi introduzida a capacidade de ver vídeos associados aos artigos apresentados bastando para tal clickar em cima do vídeo. Nesta semana apresentamos diversos projetos de maker assim como um modelo 3D que poderá ser útil. São apresentadas as revistas Hello World e a newelectronics de 8 de Maio 2018.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.