Newsletter Nº263

Newsletter Nº263
Newsletter Nº263

Faz hoje anos que nascia, em 1925 o físico teórico israelita Yuval Ne’eman. Tendo trabalhado independentemente de Gell-Mann, mas quase simultaneamente (1961), ele desenvolveu um método de agrupamento de bárions de tal maneira que eles caíram em famílias lógicas. Agora conhecido como o Caminho Óctuplo, o esquema agrupava mésons e bárions (por exemplo, protões e neutrões) em multipletos de 1, 8, 10 ou 27 membros com base em várias propriedades. Ele foi chefe da comissão de energia atómica de Israel e fundou o programa espacial do país.

Nesta semana que passou ficámos a saber que os cientistas finalmente conseguiram explicar a razão da deslocação do norte magnético da Terra. Uma equipa, liderada pela Universidade de Leeds, diz que o comportamento é explicado pela competição entre duas “bolhas” magnéticas na borda do núcleo externo da Terra. As mudanças no fluxo de material derretido no interior do planeta alteraram a força das regiões acima do fluxo magnético negativo. “Esta mudança no padrão de fluxo enfraqueceu o sistema no Canadá e aumentou levemente a força do sistema na Sibéria”, explicou o Dr. Phil Livermore.

Também nesta semana que passou ficámos a saber que a Tesla tem um plano para introduzir uma nova bateria de longa duração e de baixo custo no seu veiculo Modelo 3 na China no final deste ano ou no início do próximo, que espera trazer o custo dos veículos eléctricos em linha com a gasolina modelos e permitir que as baterias EV tenham uma segunda e terceira vidas na rede eléctrica. A nova bateria de “milhão de milhas” no centro da estratégia da Tesla foi desenvolvida em conjunto com a Contemporary Amperex Technology Ltd da China (CATL) (300750.SZ) e implementa a tecnologia desenvolvida pela Tesla em colaboração com uma equipa de especialistas académicos em baterias recrutados por Musk.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversas noticias, artigos científicos assim como projetos de maker. É apresentada a revista newelectronics de 12 de Maio.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.