Newsletter Nº154

Newsletter Nº154
Newsletter Nº154

Faz anos hoje que nascia, em 1851, Edward Walter Maunder. Este astrónomo inglês que foi o primeiro a fazer o exame da Comissão do Serviço Civil Britânico para o posto de assistente fotográfico e espectroscópio no Royal Observatory, em Greenwich. Nos quarenta anos seguintes em que trabalhou lá, fez extensas medições de manchas solares. Verificando registos históricos, ele encontrou um período de 1645 a 1715 que teve uma notável falta de relatórios sobre manchas solares. Embora ele podia ter questionado a exactidão do relatório, ele atribuiu a escassez de relatórios a uma escassez real de manchas solares durante esse período. Embora a sua sugestão não tenha sido geralmente aceita num primeiro momento, com o acumular de pesquisas indicou que há de fato décadas de duração quando o sol tem notavelmente poucas manchas solares. Esses períodos são agora conhecidos como minima Maunder .

Faz também anos hoje que nascia, em 1852, Ferdinand von Lindemann. Este matemático alemão foi o primeiro a provar que PI é transcendental (não é uma solução de qualquer equação algébrica com coeficientes racionais). Isso finalmente estabeleceu a natureza insolúvel do problema matemático grego clássico de enquadrar o círculo (construindo um quadrado com a mesma área que um dado círculo usando somente régua e compasso.) Em 1873, Lindemann visitou Hermite em Paris e discutiu os métodos que Hermite havia usado. usado em sua prova de que e, a base dos logaritmos naturais, é transcendental. Após essa visita, Lindemann conseguiu estender os resultados de Hermite para mostrar que PI também era transcendental (1882).

Por fim anos hoje que nascia, em 1872, Georges Urbain. Este químico francês foi o primeiro que isolou o lutécio, o último dos materiais raros estáveis. Entre 1895 e 1912 trabalhou materiais raros e realizou mais de 200.000 destilações fraccionadas nas quais separou os elementos samário, európio, gadolínio, térbio, disprósio e hólmio. Em 1907, ele descreveu um processo pelo qual o itérbio de Marignac (1879) poderia ser separado em dois elementos, itérbio (neoytterbium) e lutécio. Ele deu o nome da vila da era romana do que ficava no local de Paris, sua cidade natal ao novo elemento. (Foi descoberto independentemente por von Welsbach mais ou menos na mesma época.) Urbain também descobriu a lei da fosforescência óptima de sistemas binários e escreveu sobre o isomorfismo.

Nesta semana que passou ficámos a saber que foi criada uma nova versão do formato de imagens JPEG. Designado por JPEG XS, as imagens e vídeos mantêm um nível extremamente alto de qualidade graças a um processo de compactação mais simples e rápido – e, portanto, mais eficiente em termos de energia. Os arquivos compactados acabam por ser maiores, mas isso não é um problema graças às redes de banda larga, como Wi-Fi e 5G: o objectivo é transmitir os arquivos em vez de armazená-los em smartphones ou outros dispositivos com memória limitada. Isto vem igualmente resolver o problema que os utilizadores têm com os headsets de realidade virtual que os deixam com náuseas? Um dos motivos é a latência ou a quantidade quase imperceptível de tempo que uma imagem leva para mudar em resposta ao movimento da cabeça de um utilizador. Com este novo padrão de compressão de imagens que poderá resolver esse problema.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker assim como um modelo completo de estação meteorológica para ser impressa em 3D. É apresentada a revista newelectronics de 10 de Abril e alguns livros escritos por Sir Clive Sinclair sobre a temática de transístores. É igualmente apresentado um livro da Analog Devices sobre desenho de Amplificadores para Instrumentação.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.