Newsletter Nº132

Newsletter Nº132
Newsletter Nº132

Faz anos hoje que nascia, em 1801, Gail Borden. Este fabricante norte-americano foi responsável pela invenção de um método comercial do leite condensado, aquecendo-o no vácuo para preservá-lo e investigou outros concentrados de alimentos. Ele começou com um processo que cozinhava extractos de carne com farinha para formar um biscoito de carne capaz de ser armazenado durante um prazo longo. Quando ele criou uma maneira de preservar o leite, condensando-o, dessa forma ele criou um mercado nas grandes cidades que estavam distantes das fontes do leite, além de fornecer os militares, viajantes e marinheiros.

Faz também anos hoje que nascia, em 1885, Hermann Weyl. Este matemático germano-americano fez diversas contribuições na matemática que permitiram ligar a matemática pura e a física teórica. Adicionalmente ele fez contribuições significativas para a mecânica quântica e a teoria da relatividade. Ele tentou incorporar o electromagnetismo no formalismo geométrico da relatividade geral. Ele produziu a primeira teoria de referência em que o campo electromagnético de Maxwell e o campo gravitacional aparecem como propriedades geométricas do espaço-tempo. Foi ele que propôs a teoria de “wormhole” como a teoria da matéria ligada com a análise de massa de energia de campo electromagnético. Contudo não foi ele que lhe deu o nome “wormhole”.

Faz igualmente anos hoje que nascia, em 1897, Ronald G.W. Norrish. Este químico britânico entre 1949 e 1965, colaborou com seu ex-aluno George Porter no desenvolvimento de fotólise e espectroscopia cinética para a investigação de reações muito rápidas. Norrish também contribuiu significativamente para a química quando corrigiu a lei de Draper. Em meados do século XIX, John Draper propôs que a quantidade de mudança fotoquímica seja proporcional à intensidade da luz multiplicada pelo tempo em que atua. Norrish mostrou que a taxa era de fato proporcional à raiz quadrada da intensidade da luz. Foi laureado com o prémio Nobel da Química em 1967 com o compatriota George Porter e o alemão German Manfred Eigen pelos seus estudos em reacções químicas muito rápidas.

Por fim, faz anos hoje que nascia em 1934, Carl Sagan. Este astrónomo, cosmólogo, astrofísico e astrobiologo nascido em Brooklyn nos Estados Unidos da América ficou conhecido pela excelente capacidade de comunicação que tinha e pela sua série de televisão Cosmos. Tendo publicado mais de 600 papers científicos foi também autor, co-autor ou editor de mais de 200 obras literárias. Ele pesquisou a atmosfera de Vénus, as mudanças sazonais em Marte, condições de superfície dos planetas. Sagan foi igualmente uma figura importante na busca por inteligência extraterrestre. Ele exortou a comunidade científica a ouvir com grandes radiotelescópios para sinais de formas de vida extraterrestres inteligentes – projeto SETI. Sagan também desempenhou um papel proeminente no programa espacial dos EUA, com seu envolvimento nas expedições espaciais da Mariner, Viking e Voyager.

Na semana que passou ficámos a saber que a Intel se associou à AMD para o desenvolvimento de um CPU de alto desempenho com uma GPU especializada para permitir a criação de dispositivos mais finos. O novo produto, que será parte da 8a geração de CPU Intel Core, junta o processador Intel Core da série H de alta performance, a memória de alta largura de banda de segunda geração (HBM2) e um chip gráfico discreto de terceiros personalizado para a Intel do Grupo Radeon Technologies da AMD – tudo num único processador.

Também esta semana que passou, a UBER fez o anuncio que irá colaborar com a NASA no projecto do carro voador. No WebSummit em Lisboa, o chefe de produto da UBER, Jeff Holden, anunciou que a empresa está a acrescentar uma terceira cidade, Los Angeles, à sua lista de locais onde espera pilotar seu serviço de táxi aéreo até 2020. Los Angeles junta-se a Dallas-Fort Worth e Dubai à medida que as cidades anunciaram trabalhar com a Uber no programa. Juntar-se à NASA é um grande passo para a UBER. Primeiro, permite que a empresa promova a aprovação da agência espacial altamente conceituada aos cépticos. Também codifica a participação da UBER no projecto de gestão de tráfego não tripulado (UTM) da NASA, que foi introduzido pela primeira vez em 2015 para regular o tráfego de drones. Como Ben Popper, da The Verge, escreveu há dois anos: “É uma tentativa de pôr fim à atmosfera do Oeste Selvagem que tem sido a norma para os sistemas aéreos sem passageiros (UAS) nos últimos cinco anos, substituindo-o por um sistema de controlo de tráfego aéreo de próxima geração.”

Por fim, Richard Browning, quebrou esta semana o recorde para a velocidade mais rápida usando um fato com jactos controlados pelo corpo. Este inventor Britânico de 38 anos, conseguiu atingir cerca de 52 km/h no fato que ele projectou gastando £40,000. O fato descola verticalmente e pode ser controlado movendo os braços, enquanto um ecran dentro do capacete fornece informação sobre o consumo de combustível.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.