Newsletter Nº117

Newsletter Nº117
Newsletter Nº117

Faz hoje anos que nascia, em 1848, Loránd Eötvös. Este físico astro-húngaro ficou conhecido pelos seus trabalhos sobre gravitação e tensão superficial, e pela invenção do pêndulo de torção.
Faz também anos hoje que nascia John Hopkinson. Nascido em Manchester em 1849, este físico e engenheiro electrotécnico inglês ficou conhecido pela invenção do sistema trifásico para a distribuição de energia eléctrica. Ficou também conhecido pela Lei de Hopkinson que é a analogia magnética à Lei de Ohm. Esta lei estabelece que num circuito magnético a força magneto-motriz é igual ao produto do fluxo magnético com a relutância magnética. Como a lei de Ohm, a lei de Hopkinson pode ser interpretada como uma equação empírica que funciona para alguns materiais, ou pode servir como uma definição de relutância.
Faz igualmente anos hoje que nascia, em 1870, Bertram Boltwood. Este físico e químico norte-americano ficou conhecido pelo seu trabalho pioneiro na radioquímica. Estudou a radioactividade do urânio e do tório, e seus produtos resultantes, que lançaram as bases para o conceito de isótopos. Boltwood estudou cada “série radioactiva” de elementos radioactivos em rochas enquanto se desintegram sequencialmente em outros isótopos ou elementos. Ele estabeleceu que o chumbo era o produto final de decomposição do urânio, observou que a relação de urânio-chumbo era maior em rochas mais antigas e, com a sugestão de Ernest Rutherford, foi o primeiro a medir a idade das rochas pela decadência do urânio para chumbo. O composto mineral designado por Boltwoodite foi nomeado em sua honra.
Por fim, faz também anos hoje que nascia, em 1927, Allen K. Breed. Este inventor norte-americano ficou conhecido por em 1967, ter inventado um componente mecânico de bola-em-tubo para detecção de um choque. Este sensor electromecânico com uma bola de aço anexada a um tubo por um imã que conseguia insuflar um airbag em menos de 30 milissegundos. Uma pequena explosão de azida de sódio em vez de ar comprimido foi utilizada pela primeira vez durante a insuflação.

Esta semana continuamos a ver imagens impressionantes de Saturno enviadas pela sonda Cassini. Como a sonda Cassini da NASA faz sua série sem precedentes de mergulhos semanais entre Saturno e seus anéis, os cientistas estão a descobrir – até agora – que o campo magnético do planeta não tem inclinação discernível. Esta surpreendente observação, significa que o verdadeiro comprimento do dia de Saturno ainda é desconhecida, é apenas uma das várias ideias iniciais da fase final da missão de Cassini, conhecida como o Grande Finale.
Esta semana também ficámos a saber que a especificação do USB 3.2 irá trazer incrementalmente sobre a versão actual. Os novos hosts e dispositivos USB 3.2 agora podem ser projectados como soluções de várias pistas, permitindo até duas pistas de 5 Gbps ou duas pistas de operação de 10 Gbps duplicando a performance actual.
Esta semana também ficámos a saber que o Breakthrough Starshot, um programa multifacetado para desenvolver e lançar missões espaciais interestelares práticas, voou com sucesso sua primeira nave espacial – a menor lançada. Em 23 de Junho, uma série de protótipos “Sprites” – as mais pequenas sondas espaciais totalmente funcionais do mundo, construídas por uma única placa de circuito – obtiveram órbita terrestre baixa, acompanhando os satélites ‘Max Valier’ e ‘Venta’ de OHB System AG. Os chips de 3.5 por 3.5 centímetros pesam apenas quatro gramas, mas contêm painéis solares, computadores, sensores e rádios. Esses veículos são o próximo passo de uma revolução na miniaturização da nave espacial que pode contribuir para o desenvolvimento de “StarChips” de centímetros e gramas imaginados pelo projecto Breakthrough Starshot.

Na Newsletter desta semana apresentamos diversos projetos de maker assim como um modelo 3D que poderá ser útil. É apresentada revista MagPI Nº60 de Agosto.

Esta Newsletter encontra-se mais uma vez disponível no sistema documenta do altLab. Todas as Newsletters encontram-se indexadas no link.