Newsletter Nº117

Newsletter Nº117
News­let­ter Nº117

Faz hoje anos que nas­cia, em 1848, Loránd Eötvös. Este físi­co astro-hún­ga­ro ficou conhe­ci­do pelos seus tra­ba­lhos sobre gra­vi­ta­ção e ten­são super­fi­ci­al, e pela inven­ção do pên­du­lo de tor­ção.
Faz tam­bém anos hoje que nas­cia John Hop­kin­son. Nas­ci­do em Man­ches­ter em 1849, este físi­co e enge­nhei­ro elec­tro­téc­ni­co inglês ficou conhe­ci­do pela inven­ção do sis­te­ma tri­fá­si­co para a dis­tri­bui­ção de ener­gia eléc­tri­ca. Ficou tam­bém conhe­ci­do pela Lei de Hop­kin­son que é a ana­lo­gia mag­né­ti­ca à Lei de Ohm. Esta lei esta­be­le­ce que num cir­cui­to mag­né­ti­co a for­ça mag­ne­to-motriz é igual ao pro­du­to do flu­xo mag­né­ti­co com a relu­tân­cia mag­né­ti­ca. Como a lei de Ohm, a lei de Hop­kin­son pode ser inter­pre­ta­da como uma equa­ção empí­ri­ca que fun­ci­o­na para alguns mate­ri­ais, ou pode ser­vir como uma defi­ni­ção de relu­tân­cia.
Faz igual­men­te anos hoje que nas­cia, em 1870, Ber­tram Boltwo­od. Este físi­co e quí­mi­co nor­te-ame­ri­ca­no ficou conhe­ci­do pelo seu tra­ba­lho pio­nei­ro na radi­oquí­mi­ca. Estu­dou a radi­o­ac­ti­vi­da­de do urâ­nio e do tório, e seus pro­du­tos resul­tan­tes, que lan­ça­ram as bases para o con­cei­to de isó­to­pos. Boltwo­od estu­dou cada “série radi­o­ac­ti­va” de ele­men­tos radi­o­ac­ti­vos em rochas enquan­to se desin­te­gram sequen­ci­al­men­te em outros isó­to­pos ou ele­men­tos. Ele esta­be­le­ceu que o chum­bo era o pro­du­to final de decom­po­si­ção do urâ­nio, obser­vou que a rela­ção de urâ­nio-chum­bo era mai­or em rochas mais anti­gas e, com a suges­tão de Ernest Ruther­ford, foi o pri­mei­ro a medir a ida­de das rochas pela deca­dên­cia do urâ­nio para chum­bo. O com­pos­to mine­ral desig­na­do por Boltwo­o­di­te foi nome­a­do em sua hon­ra.
Por fim, faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1927, Allen K. Bre­ed. Este inven­tor nor­te-ame­ri­ca­no ficou conhe­ci­do por em 1967, ter inven­ta­do um com­po­nen­te mecâ­ni­co de bola-em-tubo para detec­ção de um cho­que. Este sen­sor elec­tro­me­câ­ni­co com uma bola de aço ane­xa­da a um tubo por um imã que con­se­guia insu­flar um air­bag em menos de 30 milis­se­gun­dos. Uma peque­na explo­são de azi­da de sódio em vez de ar com­pri­mi­do foi uti­li­za­da pela pri­mei­ra vez duran­te a insu­fla­ção.

Esta sema­na con­ti­nu­a­mos a ver ima­gens impres­si­o­nan­tes de Satur­no envi­a­das pela son­da Cas­si­ni. Como a son­da Cas­si­ni da NASA faz sua série sem pre­ce­den­tes de mer­gu­lhos sema­nais entre Satur­no e seus anéis, os cien­tis­tas estão a des­co­brir — até ago­ra — que o cam­po mag­né­ti­co do pla­ne­ta não tem incli­na­ção dis­cer­ní­vel. Esta sur­pre­en­den­te obser­va­ção, sig­ni­fi­ca que o ver­da­dei­ro com­pri­men­to do dia de Satur­no ain­da é des­co­nhe­ci­da, é ape­nas uma das vári­as idei­as ini­ci­ais da fase final da mis­são de Cas­si­ni, conhe­ci­da como o Gran­de Fina­le.
Esta sema­na tam­bém ficá­mos a saber que a espe­ci­fi­ca­ção do USB 3.2 irá tra­zer incre­men­tal­men­te sobre a ver­são actu­al. Os novos hosts e dis­po­si­ti­vos USB 3.2 ago­ra podem ser pro­jec­ta­dos como solu­ções de vári­as pis­tas, per­mi­tin­do até duas pis­tas de 5 Gbps ou duas pis­tas de ope­ra­ção de 10 Gbps dupli­can­do a per­for­man­ce actu­al.
Esta sema­na tam­bém ficá­mos a saber que o Bre­akth­rough Starshot, um pro­gra­ma mul­ti­fa­ce­ta­do para desen­vol­ver e lan­çar mis­sões espa­ci­ais inte­res­te­la­res prá­ti­cas, voou com suces­so sua pri­mei­ra nave espa­ci­al — a menor lan­ça­da. Em 23 de Junho, uma série de pro­tó­ti­pos “Spri­tes” — as mais peque­nas son­das espa­ci­ais total­men­te fun­ci­o­nais do mun­do, cons­truí­das por uma úni­ca pla­ca de cir­cui­to — obti­ve­ram órbi­ta ter­res­tre bai­xa, acom­pa­nhan­do os saté­li­tes ‘Max Vali­er’ e ‘Ven­ta’ de OHB Sys­tem AG. Os chips de 3.5 por 3.5 cen­tí­me­tros pesam ape­nas qua­tro gra­mas, mas con­têm pai­néis sola­res, com­pu­ta­do­res, sen­so­res e rádi­os. Esses veí­cu­los são o pró­xi­mo pas­so de uma revo­lu­ção na mini­a­tu­ri­za­ção da nave espa­ci­al que pode con­tri­buir para o desen­vol­vi­men­to de “Star­Chips” de cen­tí­me­tros e gra­mas ima­gi­na­dos pelo pro­jec­to Bre­akth­rough Starshot.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker assim como um mode­lo 3D que pode­rá ser útil. É apre­sen­ta­da revis­ta Mag­PI Nº60 de Agos­to.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.