5º Encontro Anual de Laboratórios Audiência Zero — Programa de Actividades

Come­ça já nes­te sába­do o 5º Encon­tro Anu­al de Labo­ra­tó­ri­os Audi­ên­cia Zero. O Encon­tro vai decor­rer no Espa­ço Pro­tó­ti­po (sala 4.31) da Facul­da­de de Belas Artes da Uni­ver­si­da­de de Lisboa.

A par­ti­ci­pa­ção no even­to é gra­tui­ta e care­ce ape­nas de uma ins­cri­ção infor­mal por email para o ende­re­ço [email protected]

O pro­gra­ma pro­pos­to para o even­to é o seguin­te (sujei­to a even­tu­ais alte­ra­ções de ulti­ma hora):

Sábado, 14 de Dezembro

10:00 — 13:00

  • aber­tu­ra de portas
  • talks
    • Labo­ra­tó­ri­os Audi­ên­cia Zero”, Ricar­do Lobo, Rui Mar­ce­li­no, Tia­go Ser­ra (adi­a­da para as 15:00)
    • 2001”, Nuno Antu­nes (adi­a­do para as 14:30)
    • LabIO”, Mick Men­guc­ci, Fran­cis­co Medeiros
  • demons­tra­ção

14:00 — 18:00

  • mesas de trabalho 
    • Audio Hac­king”, Artica
    • Expe­ri­ên­ci­as de alta ten­são”, Adri­a­no Cou­to, Fer­nan­do Car­va­lho, Gon­ça­lo Car­va­lhal, João Nuno Carvalho
    • Bra­ços Robó­ti­cos”, Nuno Antunes
    • Rasp­ber­ry Pi”, Pedro Ângelo
    • Open Mobi­le”, Rita Sá
  • demons­tra­ção de projectos 
    • Desen­vol­vi­men­to com Kinect e Leap em Unity”, João Saraiva
    • Mocha Kit”, Rita Sá

18:00

  • mesa redon­da “Cri­a­ti­vi­da­de em Rede” 
    • André Rocha (DAR)
    • Ber­nar­do Gaei­ras (FabLab Lisboa)
    • Car­los Alco­bia + Pedro Neves (Espa­ço Protótipo)
    • Dio­go Alves (Mafra­Lab)
    • Fer­di­nand Mei­er (FabLab EDP)
    • João Pedro Cos­ta (NEDE)
    • Pau­lo Mar­tins (Spin­Lab)
    • Ricar­do Lobo (LCD)
    • Rui Mar­ce­li­no (altLab)
    • Tia­go Ser­ra (xDA)

Domingo, 15 de Dezembro

10:00 — 13:00

  • aber­tu­ra de portas
  • light­ning talks

14:00 — 18:00

  • mesas de tra­ba­lho (con­ti­nu­a­ção)

18:00

  • apre­sen­ta­ções das mesas de trabalho
  • encer­ra­men­to

Gos­ta­ri­a­mos de dei­xar nos­so sin­ce­ro agra­de­ci­men­to a todos aque­les que nos aju­da­ram a ela­bo­rar este pro­gra­ma pro­pon­do acti­vi­da­des e ace­den­do ao nos­so con­vi­te a par­ti­ci­par, e um agra­de­ci­men­to espe­ci­al ao Espa­ço Pro­tó­ti­po da Facul­da­de de Belas Artes da Uni­ver­si­da­de de Lis­boa pelo apoio logís­ti­co na rea­li­za­ção do evento.

Até já 🙂

 

Hardware Freedom Day @ altLab: April 20!

Evento Gratuito ! Inscrições

 

Hardware Freedom Day
AltLab is joi­ning the Hard­ware Fre­e­dom Day ini­ti­a­ti­ve by hos­ting an open doors day to who­e­ver wants to join us, on 20 April (Satur­day) from 9AM to mid-night. Among CNC machi­nes, robots and other hard­ware “mar­vels”, we’ll be showing some pro­jects deve­lo­ped and under deve­lop­ment by our mem­bers, whi­ch will be avai­la­ble to explain them and answer ques­ti­ons. If you bring in your own Hard­ware to show and hack, even better!
See you there!

 

 

Violeta — Fixed and on tour

 

A cou­ple of weeks ago Luis Dinis, took Vio­le­ta for a demons­tra­ti­on @ IBM

Accor­ding to his report the pre­sen­ta­ti­on was a success 🙂

 

Entre os dias 10 e 13 de Julho, a “Vio­le­ta” este­ve em demons­tra­ção na IBM.

Esta opor­tu­ni­da­de sur­giu no âmbi­to da ini­ci­a­ti­va EX.I.T.E. — EXplo­rar os Inte­res­ses pela Tec­no­lo­gia e Enge­nha­ria que é rea­li­za­da em Por­tu­gal des­de 2005 e no âmbi­to das prá­ti­cas de res­pon­sa­bi­li­da­de soci­al da IBM.

Este pro­gra­ma glo­bal visa con­tri­buir para a redu­ção da dis­pa­ri­da­de de géne­ro, nome­a­da­men­te no que se refe­re ao aces­so às áre­as das enge­nha­ri­as e ciên­ci­as e ao tra­ba­lho cola­bo­ra­ti­vo, por par­te de jovens rapa­ri­gas na fai­xa etá­ria dos 11 aos 13 anos.

A “Vio­le­ta” fez um suces­so, espe­ci­al­men­te por­que o con­cei­to de impres­são em 3D é rela­ti­va­men­te recen­te e mais ain­da quan­do se per­ce­be que uma ino­va­ção des­tas pode ser fei­ta atra­vés da sim­ples cola­bo­ra­ção entre um gru­po de pessoas.”

 

Betwe­en the 10th and the 13th July, “Vio­let” went on demons­tra­ti­on at IBM.

This oppor­tu­nity sur­fa­ced from the EX.I.T.E (EXplo­re the Inte­rests for Tech­no­logy and Engi­ne­e­ring), ini­ti­a­ti­ve that has been orga­ni­zed in Por­tu­gal sin­ce 2005 and from IBM’s soci­al res­pon­si­bi­lity practices.

This glo­bal pro­gram aims to con­tri­bu­te to the reduc­ti­on on gen­der dis­pa­rity, namely brid­ge the ease of access to col­la­bo­ra­ti­ve work on the are­as of engi­ne­e­ring and sci­en­ces, for young girls with ages com­pri­sed from 11 to 13 years old.

“Vio­let” was a suc­cess, spe­ci­ally becau­se of the rela­ti­ve recent con­cept that is 3D Prin­ting, and more so when one rea­li­zes that such a inno­va­ti­on can be achi­e­ved by sim­ple group collaboration.”

 

This is not, but could as well be the start of a tour for vio­let. So to all of you that are rea­ding out the­re, if you want Vio­let to visit your scho­ol, your com­pany, your col­lec­ti­ve… form a group, wri­te the group names on a list and drop us a mail, chan­ces are you will be seeing Vio­let Live soon, here’s the press rele­a­se appro­ved by IBM

 

TANGÍVEIS — Residência AZ 2012

 

A Audiência Zero vai realizar mais uma residência artística multidisciplinar em O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo), entre os dias 14 a 22 de Janeiro.

Nesta edição, teremos uma novidade 🙂 Enquanto nas edições anteriores os participantes eram convidados a desenvolver qualquer tipo de projecto, individual ou colectivamente, nas áreas de electrónica, computação física, instalações interactivas, etc., este ano propomos também um objectivo comum: o desenvolvimento de interacções tangíveis, através da construção de objectos e espaços interactivos capazes de demonstrar que um objecto pode causar interacções distintas em espaços distintos. A ideia é fazer com que cada objecto a desenvolver interaja de forma diferenciada nos espaços criados, ou que os objectos interajam entre eles próprios.

Deixamos aqui alguns exemplos de ideias a abordar.

Imagine um objecto a ser levado para determinado espaço onde está uma luz robotizada. Quando o objecto é “reconhecido” no espaço, a luz robotizada passa a seguir a pessoa que o carrega. Se o objecto for dado a outra pessoa, passa então ela a ser seguida pela luz.


É possível desenvolver outras interacções semelhantes, por exemplo:

  • Ao apontar os objectos uns para os outros, os objectos reagem com som, luzes, etc.;
  • Ao alterar a sua posição no espaço, o objecto reage com som, luzes, etc.;
  • Ao alterar a sua posição no espaço, o objecto faz com que o espaço reaja com projecções de vídeo, som, luzes, etc.;
  • A mesma posição no espaço pode causar interacções diferentes com cada um dos objectos.

Podem ser desenvolvidas diversas narrativas – artísticas, didácticas, de “gaming”, etc.

Para o desenvolvimento destes objectos e espaços, propõem-se vários tipos de tecnologias:

  • Electrónica;
  • Computação Física;
  • Instalações Interactivas;
  • Robótica;
  • Visão por Computador;
  • Visualização de Dados.

Serão disponibilizados (a título de empréstimo) computadores, Arduínos, sensores e material electrónico, projectores de vídeo, sistemas de áudio, etc. para uso exlusivo no local da residência e durante o período de desenvolvimento dos projectos.

A residência é destinada aos actuais membros da rede AZ Labs ou a quem se identifique com o ojectivo proposto e tenha interesse em conhecer o trabalho por nós desenvolvido. As vagas na residência estão limitadas a 15.

Todos os participantes desfrutam de alojamento, pequeno almoço e almoço durante o período da residência.

Residência AZ Janeiro 2012

Coordenação: altLab – Lisbon’s Hackerspace

Datas: 14 a 22 janeiro de 2012

Local: O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo)

altlab.org

www.labcd.org

www.xdatelier.org

www.oespacodotempo.pt

Continue reading "TANGÍVEIS — Residência AZ 2012"