Newsletter Nº120

Newsletter Nº120
News­let­ter Nº120

Faz hoje anos que nas­cia, em 1601, Pier­re de Fer­mat. Este mate­má­ti­co fran­cês foi cha­ma­do o fun­da­dor da teo­ria moder­na dos núme­ros. Em con­jun­to com Rene Des­car­tes, Fer­mat foi um dos dois prin­ci­pais mate­má­ti­cos da pri­mei­ra meta­de do sécu­lo XVII. Ele ante­ci­pou o cál­cu­lo dife­ren­ci­al com seu méto­do de encon­trar as mai­o­res e menos orde­na­das de linhas cur­vas. Ele propôs o famo­so Teo­re­ma de Fer­mat, tam­bém conhe­ci­do como con­jec­tu­ra de Fer­mat, ao estu­dar o tra­ba­lho do anti­go mate­má­ti­co gre­go Diophan­tus. Ele escre­veu a lápis na mar­gem da uma cópia do livro ‘Arith­me­ti­ca’: “Des­co­bri uma pro­va ver­da­dei­ra­men­te notá­vel mas esta mar­gem é mui­to peque­na para a con­ter”, que quan­do o teo­re­ma pita­gó­ri­co é alte­ra­do para ler an + bn = cn, a nova equa­ção não pode ser resol­vi­da em núme­ros intei­ros para qual­quer valor de n supe­ri­or a 2. Este teo­re­ma seria demons­tra­do ape­nas em 1994 por Andrew Wiles após 358 anos de esfor­ços por par­te dos mate­má­ti­cos.
Faz tam­bém hoje que nas­cia, em 1893, Wal­ter Nod­dack. Este quí­mi­co ale­mão, con­jun­ta­men­te com Ida Tac­ke e Otto Berg foram res­pon­sá­veis pela des­co­ber­ta do ele­men­to 43, o Tec­né­cio, e do ele­men­to 75, o Rénio da tabe­la peri­o­di­ca em 1925. O Rénio foi nome­a­do em hon­ra ao rio Reno e foi o últi­mo ele­men­to está­vel a ser des­co­ber­to.

Esta sema­na ficá­mos a saber que a Sony apre­sen­tou uma pla­ca de desen­vol­vi­men­to para IoT com­pa­tí­vel com o Ardui­no. Desig­na­da por Sprit­zer foi apre­sen­ta­da duran­te a Maker Fai­re Tóquio no Japão, de 5 a 6 de Agos­to. A pla­ca Sprit­zer foi pro­jec­ta­da espe­ci­fi­ca­men­te para apli­ca­ções IoT e inclui uma gama de fun­ci­o­na­li­da­des inte­li­gen­tes, como GPS inte­gra­do e um codec e ampli­fi­ca­dor de áudio digi­tal avan­ça­do.
Tam­bém esta sema­na a Hewlett Pac­kard Enter­pri­se envi­ou para o espa­ço um super­com­pu­ta­dor para ace­le­rar a mis­são a Mar­te. O fogue­tão Spa­ceX CRS-12, desen­vol­vi­do pela Spa­ceX de Elon Musk, foi lan­ça­da do Ken­nedy Spa­ce Cen­ter, na Fló­ri­da, envi­an­do a Dra­gon Spa­ce­craft para o Labo­ra­tó­rio Naci­o­nal da Esta­ção Espa­ci­al Inter­na­ci­o­nal (ISS). A bor­do do Dra­gon foi um super­com­pu­ta­dor HPE. Este super­com­pu­ta­dor, cha­ma­do Spa­ce­bor­ne Com­pu­ter, faz par­te de uma expe­ri­ên­cia de um ano rea­li­za­da pela HPE e pela NASA para uti­li­zar um sis­te­ma infor­má­ti­co de alto desem­pe­nho comer­ci­al (COTS) no espa­ço, coi­sa que nun­ca foi fei­ta antes. O objec­ti­vo é que o sis­te­ma fun­ci­o­ne per­fei­ta­men­te nas duras con­di­ções do espa­ço duran­te um ano — apro­xi­ma­da­men­te o tem­po que leva­rá uma via­jem até Mar­te.
Esta sema­na foi o 24º ani­ver­sá­rio da Debi­an. O Debi­an é um sis­te­ma ope­ra­ti­vo gra­tui­to (SO) para o com­pu­ta­dor. O Debi­an GNU/Linux 9 supor­ta dez arqui­tec­tu­ras prin­ci­pais e vári­as vari­a­ções de cada arqui­tec­tu­ra conhe­ci­das como “fla­vours”.
O Rasp­bi­an Stret­ch che­gou ao Rasp­ber­ry PI. Menos de dois anos após o lan­ça­men­to da ver­são Jes­sie do Rasp­bi­an. Esta ver­são ali­nha-se com a ulti­ma ver­são do Debi­an. As dife­ren­ças entre o Jes­sie e o Stret­ch são prin­ci­pal­men­te opti­mi­za­ções under-the-hood. 

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker assim como um mode­lo 3D que pode­rá ser útil.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº119

Newsletter Nº119
News­let­ter Nº119

Faz hoje anos que nas­cia, em 1856, Wil­li­am Wil­lett. Este cons­tru­tor inglês inven­tou o horá­rio de verão. Ele afir­mou ter tido a ideia enquan­to fazia uma via­gem de manhã no iní­cio do verão em Petts Wood per­to de sua casa em Chis­lehurst, em Lon­dres. Ele obser­vou que mui­tas das per­si­a­nas ain­da esta­vam bai­xas, embo­ra já exis­tis­se boa luz do dia. Ele usou sua rique­za como um pro­e­mi­nen­te cons­tru­tor de casas para fazer cam­pa­nha para um esque­ma de ajus­te de reló­gi­os com a tem­po­ra­da e publi­cou um pan­fle­to em 1907. A sua ideia ori­gi­nal era fazer qua­tro mudan­ças sema­nais de 20 minu­tos cada, para um total de 80 minu­tos.
Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1902, Arne Tise­lius. Foi um bioquí­mi­co sue­co que ganhou o Pré­mio Nobel de Quí­mi­ca em 1948 “pela sua pes­qui­sa sobre ele­tro­fo­re­se e aná­li­se de adsor­ção, espe­ci­al­men­te pelas suas des­co­ber­tas sobre a natu­re­za com­ple­xa das pro­teí­nas séri­cas.”
Faz igual­men­te anos hoje que nas­cia, em 1909, Leo Fen­der. Este inven­tor nor­te-ame­ri­ca­no fun­da­dor da Fen­der Elec­tric Ins­tru­ment Manu­fac­tu­ring Com­pany, ou “Fen­der” como ficou conhe­ci­da, dese­nhou e cons­truiu diver­sos equi­pa­men­to musi­cal, nome­a­da­men­te gui­tar­ras e bai­xos assim como ampli­fi­ca­do­res.
Por fim, faz anos hoje que nas­cia, em 1913, Wolf­gang Paul. Este físi­co ale­mão co-desen­vol­veu com Hans Georg Deh­melt o fil­tro de mas­sa qua­dri­po­lar não-mag­né­ti­co que esta­be­le­ceu as bases para o que ago­ra é cha­ma­do de arma­di­lha de iões ou de “Paul trap”. O dis­po­si­ti­vo con­sis­te em três eléc­tro­dos — duas extre­mi­da­des e um anel cir­cun­dan­te. O anel está conec­ta­do a um poten­ci­al osci­lan­te. A direc­ção do cam­po eléc­tri­co alter­na; Duran­te meta­de do tem­po, o eléc­tron é empur­ra­do das pon­tas para o anel e para a outra meta­de é puxa­do do anel e empur­ra­do para as pon­tas.

Esta sema­na a Intel apre­sen­tou a famí­lia de pro­ces­sa­do­res de 14 a 18 Cores, desig­na­da por X-seri­es e que esta­rá dis­po­ní­vel em Setem­bro.
A AMD lan­çou hoje o seu pro­ces­sa­dor de Desk­top de topo o Ryzen™ Thre­a­drip­per™. Pelos vis­tos a con­cor­rên­cia até faz bem e obser­va­mos a Intel e a AMD a mos­tra­rem o que valem.
A Son­da Cas­si­ni vai ini­ci­ar as ulti­mas cin­co orbi­tas a Satur­no. O pon­to da apro­xi­ma­ção mais pró­xi­mo da Satur­no duran­te as apro­xi­ma­ções será entre 1.630 e 1.710 qui­ló­me­tros aci­ma das nuvens de Satur­no.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. É apre­sen­ta­da a revis­ta newe­lec­tro­nics de 8 de Agos­to e um livro sobre Trans­for­ma­das de Fou­ri­er.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº118

Newsletter Nº118
News­let­ter Nº118

Faz hoje anos que nas­cia, em 1811, Elisha Otis. Este indus­tri­al nor­te-ame­ri­ca­no é o inven­tor de um dis­po­si­ti­vo de segu­ran­ça que impe­de que os ele­va­do­res cai­am se o cabo de ele­va­ção falhar. Esta inven­ção per­mi­tiu usar com segu­ran­ça ele­va­do­res em arra­nha-céus. O tra­vão que ele inven­tou usou tri­lhos de guia den­ta­dos no eixo do ele­va­dor e uma bar­ra de mola que agar­ra auto­ma­ti­ca­men­te no tri­lho den­ta­do da cabi­ne do ele­va­dor se o cabo falhar.
Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1851, Geor­ge Fran­cis Fitz­Ge­rald. Foi um pro­fes­sor irlan­dês de “filo­so­fia natu­ral e expe­ri­men­tal” (ou seja, físi­ca) no Tri­nity Col­le­ge, em Dublin, na Irlan­da, duran­te o últi­mo quar­to do sécu­lo XIX. Ele é conhe­ci­do pelo seu tra­ba­lho na teo­ria ele­tro­mag­né­ti­ca e pela con­trac­ção de Lorentz-Fitz­Ge­rald, que se tor­nou par­te inte­gran­te da Teo­ria Espe­ci­al da Rela­ti­vi­da­de de Eins­tein. A cra­te­ra de Fitz­Ge­rald no lado opos­to da Lua é nome­a­da em sua hon­ra.
Por fim faz anos hoje que nas­cia, em 1907, Paul Eis­ler. Este inven­tor aus­tría­co nas­ci­do em Vie­na é res­pon­sá­vel pela inven­ção da pla­ca de cir­cui­to inte­gra­do. Em 1942, e pela pri­mei­ra vez era pro­du­zi­do um rádio usan­do uma pla­ca de cir­cui­to impres­so (PCB). Na épo­ca, era comum inter­li­gar todos os com­po­nen­tes elec­tró­ni­cos com fios sol­da­dos à mão, um méto­do de fabri­ca­ção que não se pres­ta para nenhum grau ele­va­do de auto­ma­ção. Pri­mei­ra­men­te apli­ca­dos em fusí­veis de pro­xi­mi­da­de para mís­seis anti­aé­re­os, as PCBs encon­tra­ram, pos­te­ri­or­men­te, uma apli­ca­ção qua­se uni­ver­sal em pro­du­tos elec­tró­ni­cos, pro­du­zin­do dis­po­si­ti­vos alta­men­te mini­a­tu­ri­za­dos que podem ser pro­du­zi­dos em mas­sa.

Esta sema­na a BCMI, e empre­sa fun­da­da por Mas­si­mo Ban­zi, David Cuar­ti­el­les, David Mel­lis e Tom Igoe, co-fun­da­do­res da Ardui­no, anun­cia ter adqui­ri­do 100% da pro­pri­e­da­de da Ardui­no AG, a empre­sa pro­pri­e­tá­ria de todas as mar­cas Ardui­no. Tra­ta-se de um pas­so deci­si­vo para que o Ardui­no vol­te a encon­trar o seu cami­nho no open-sour­ce e jun­to da comu­ni­da­de maker.
Esta sema­na tam­bém a Dis­ney apre­sen­tou o Magic Ben­ch. Usan­do um mis­to de Rea­li­da­de Mis­tu­ra­da (MR) e Rea­li­da­de Aumen­ta­da (AR) cri­a­ram opor­tu­ni­da­des um pro­du­to que con­se­gue envol­ver os uti­li­za­do­res em expe­ri­ên­ci­as imer­si­vas, resul­tan­do numa inte­rac­ção natu­ral homem-máqui­na.
Esta sema­na tam­bém, o Hub­ble detec­tou um exo­pla­ne­ta com Atmos­fe­ra de Água cin­ti­lan­te. Os cien­tis­tas des­co­bri­ram a evi­dên­cia mais for­te até À data para uma estra­tos­fe­ra num pla­ne­ta fora do nos­so sis­te­ma Solar, ou exo­pla­ne­ta. A estra­tos­fe­ra é uma cama­da de atmos­fe­ra em que a tem­pe­ra­tu­ra aumen­ta com alti­tu­des mais ele­va­das.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker assim como um mode­lo 3D que pode­rá ser útil. É apre­sen­ta­da revis­ta Revis­ta PROGRAMAR Nº 57 e a revis­ta newe­lec­tro­nics de 26 de Julho.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº117

Newsletter Nº117
News­let­ter Nº117

Faz hoje anos que nas­cia, em 1848, Loránd Eötvös. Este físi­co astro-hún­ga­ro ficou conhe­ci­do pelos seus tra­ba­lhos sobre gra­vi­ta­ção e ten­são super­fi­ci­al, e pela inven­ção do pên­du­lo de tor­ção.
Faz tam­bém anos hoje que nas­cia John Hop­kin­son. Nas­ci­do em Man­ches­ter em 1849, este físi­co e enge­nhei­ro elec­tro­téc­ni­co inglês ficou conhe­ci­do pela inven­ção do sis­te­ma tri­fá­si­co para a dis­tri­bui­ção de ener­gia eléc­tri­ca. Ficou tam­bém conhe­ci­do pela Lei de Hop­kin­son que é a ana­lo­gia mag­né­ti­ca à Lei de Ohm. Esta lei esta­be­le­ce que num cir­cui­to mag­né­ti­co a for­ça mag­ne­to-motriz é igual ao pro­du­to do flu­xo mag­né­ti­co com a relu­tân­cia mag­né­ti­ca. Como a lei de Ohm, a lei de Hop­kin­son pode ser inter­pre­ta­da como uma equa­ção empí­ri­ca que fun­ci­o­na para alguns mate­ri­ais, ou pode ser­vir como uma defi­ni­ção de relu­tân­cia.
Faz igual­men­te anos hoje que nas­cia, em 1870, Ber­tram Boltwo­od. Este físi­co e quí­mi­co nor­te-ame­ri­ca­no ficou conhe­ci­do pelo seu tra­ba­lho pio­nei­ro na radi­oquí­mi­ca. Estu­dou a radi­o­ac­ti­vi­da­de do urâ­nio e do tório, e seus pro­du­tos resul­tan­tes, que lan­ça­ram as bases para o con­cei­to de isó­to­pos. Boltwo­od estu­dou cada “série radi­o­ac­ti­va” de ele­men­tos radi­o­ac­ti­vos em rochas enquan­to se desin­te­gram sequen­ci­al­men­te em outros isó­to­pos ou ele­men­tos. Ele esta­be­le­ceu que o chum­bo era o pro­du­to final de decom­po­si­ção do urâ­nio, obser­vou que a rela­ção de urâ­nio-chum­bo era mai­or em rochas mais anti­gas e, com a suges­tão de Ernest Ruther­ford, foi o pri­mei­ro a medir a ida­de das rochas pela deca­dên­cia do urâ­nio para chum­bo. O com­pos­to mine­ral desig­na­do por Boltwo­o­di­te foi nome­a­do em sua hon­ra.
Por fim, faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1927, Allen K. Bre­ed. Este inven­tor nor­te-ame­ri­ca­no ficou conhe­ci­do por em 1967, ter inven­ta­do um com­po­nen­te mecâ­ni­co de bola-em-tubo para detec­ção de um cho­que. Este sen­sor elec­tro­me­câ­ni­co com uma bola de aço ane­xa­da a um tubo por um imã que con­se­guia insu­flar um air­bag em menos de 30 milis­se­gun­dos. Uma peque­na explo­são de azi­da de sódio em vez de ar com­pri­mi­do foi uti­li­za­da pela pri­mei­ra vez duran­te a insu­fla­ção.

Esta sema­na con­ti­nu­a­mos a ver ima­gens impres­si­o­nan­tes de Satur­no envi­a­das pela son­da Cas­si­ni. Como a son­da Cas­si­ni da NASA faz sua série sem pre­ce­den­tes de mer­gu­lhos sema­nais entre Satur­no e seus anéis, os cien­tis­tas estão a des­co­brir — até ago­ra — que o cam­po mag­né­ti­co do pla­ne­ta não tem incli­na­ção dis­cer­ní­vel. Esta sur­pre­en­den­te obser­va­ção, sig­ni­fi­ca que o ver­da­dei­ro com­pri­men­to do dia de Satur­no ain­da é des­co­nhe­ci­da, é ape­nas uma das vári­as idei­as ini­ci­ais da fase final da mis­são de Cas­si­ni, conhe­ci­da como o Gran­de Fina­le.
Esta sema­na tam­bém ficá­mos a saber que a espe­ci­fi­ca­ção do USB 3.2 irá tra­zer incre­men­tal­men­te sobre a ver­são actu­al. Os novos hosts e dis­po­si­ti­vos USB 3.2 ago­ra podem ser pro­jec­ta­dos como solu­ções de vári­as pis­tas, per­mi­tin­do até duas pis­tas de 5 Gbps ou duas pis­tas de ope­ra­ção de 10 Gbps dupli­can­do a per­for­man­ce actu­al.
Esta sema­na tam­bém ficá­mos a saber que o Bre­akth­rough Starshot, um pro­gra­ma mul­ti­fa­ce­ta­do para desen­vol­ver e lan­çar mis­sões espa­ci­ais inte­res­te­la­res prá­ti­cas, voou com suces­so sua pri­mei­ra nave espa­ci­al — a menor lan­ça­da. Em 23 de Junho, uma série de pro­tó­ti­pos “Spri­tes” — as mais peque­nas son­das espa­ci­ais total­men­te fun­ci­o­nais do mun­do, cons­truí­das por uma úni­ca pla­ca de cir­cui­to — obti­ve­ram órbi­ta ter­res­tre bai­xa, acom­pa­nhan­do os saté­li­tes ‘Max Vali­er’ e ‘Ven­ta’ de OHB Sys­tem AG. Os chips de 3.5 por 3.5 cen­tí­me­tros pesam ape­nas qua­tro gra­mas, mas con­têm pai­néis sola­res, com­pu­ta­do­res, sen­so­res e rádi­os. Esses veí­cu­los são o pró­xi­mo pas­so de uma revo­lu­ção na mini­a­tu­ri­za­ção da nave espa­ci­al que pode con­tri­buir para o desen­vol­vi­men­to de “Star­Chips” de cen­tí­me­tros e gra­mas ima­gi­na­dos pelo pro­jec­to Bre­akth­rough Starshot.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker assim como um mode­lo 3D que pode­rá ser útil. É apre­sen­ta­da revis­ta Mag­PI Nº60 de Agos­to.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.

Newsletter Nº116

Newsletter Nº116
News­let­ter Nº116

Faz hoje anos que nas­cia, em 1836, Clif­ford All­butt. Este médi­co inglês ficou conhe­ci­do pela sua inven­ção do ter­mó­me­tro cli­ni­co.
Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1924, Robert D. Mau­rer. Este físi­co Nor­te-ame­ri­ca­no ficou conhe­ci­do pela inven­ção da fibra-opti­ca. Em 1970, Mau­rer e seus cole­gas Donald Keck e Peter C. Schultz pro­jec­ta­ram e pro­du­zi­ram a pri­mei­ra fibra com pou­cas per­das ópti­cas, o sufi­ci­en­te para uso em tele­co­mu­ni­ca­ções por um novo pro­ces­so de depo­si­ção de dió­xi­do de silí­cio dopa­do com titâ­nio num tubo de quart­zo usan­do a hidró­li­se de uma cha­ma com sin­te­ri­za­ção, fun­din­do o mate­ri­al para for­mar a fibra.
Por fim, faz hoje anos que nas­cia, em 1947, Gerd Bin­nig. Este físi­co ale­mão ficou conhe­ci­do pela sua inven­ção do micros­có­pio de cor­ren­te de tune­la­men­to (STM).

Esta sema­na o Blu­e­to­oth Spe­ci­al Inte­rest Group (SIG) anun­ci­ou que a tec­no­lo­gia Blu­e­to­oth®, o padrão glo­bal para conec­ti­vi­da­de sem fio sim­ples e segu­ra, ago­ra supor­ta redes mesh. A nova capa­ci­da­de mesh per­mi­te comu­ni­ca­ções de dis­po­si­ti­vos mui­tos-para-mui­tos (m: m) e é oti­mi­za­da para cri­ar redes de dis­po­si­ti­vos em gran­de esca­la.
A Ada­fruit anun­ci­ou a dis­po­ni­bi­li­da­de da ver­são 1.0 do seu Cir­cuitPython. Tra­ta-se de uma ver­são deri­va­da de códi­go aber­to do MicroPython para uso em pla­cas de desen­vol­vi­men­to edu­ca­ci­o­nal como o ESP8266 ou o SAMD21.
A Intel aca­bou de lan­çar a Movi­dius Neu­ral Com­pu­te Stick com o objec­ti­vo de demo­cra­ti­zar o aces­so ao desen­vol­vi­men­to de apli­ca­ções Deep Lear­ning. Dese­nha­da para pro­gra­ma­do­res, cien­tis­tas e makers, o Movi­dius Neu­ral Com­pu­te Stick visa redu­zir as bar­rei­ras para o desen­vol­vi­men­to, ajus­te e implan­ta­ção de apli­ca­ções de IA, ofe­re­cen­do um pro­ces­sa­men­to dedi­ca­do de redes neu­ro­nais de alto desem­pe­nho num for­ma­to de pen USB.
Faz hoje exac­ta­men­te 48 anos que a 20 de Julho de 1969 a Apol­lo 11 ater­rou na Lua. Lan­ça­da a 16 de Julho a bor­do de um fogue­tão Saturn V a son­da espa­ci­al levou os três astro­nau­tas à super­fí­cie da Lua. Neil Arms­trong, pro­fe­riu a fra­se que ficou para a his­tó­ria, “… umm peque­no pas­so para o homem, um pas­so de gigan­te para a huma­ni­da­de. Acom­pa­nha­do por Buzz Aldrin e Micha­el Col­lins foram os pri­mei­ros homens a pou­sar na Lua. Vol­ta­ram à Ter­ra no dia 24. Esti­ma-se que cer­ca de 600 milhões de pes­so­as viram a ater­ra­gem “Live” na tele­vi­são. Esti­ma-se que o pro­gra­ma espa­ci­al Apol­lo cus­tou cer­ca de 25.4 mil milhões de dóla­res, cer­ca de 150 mil milhões em moe­da actu­al.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. É apre­sen­ta­do tam­bém um livro inti­tu­la­do “The Sig­nal” que expli­ca sobre elec­tró­ni­ca ana­ló­gi­ca.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.