Newsletter Nº193

Newsletter Nº193
News­let­ter Nº193

Faz hoje anos que nas­cia, em 1911, Nor­man Hea­tley. Este bioquí­mi­co inglês resol­veu os pro­ble­mas na extrac­ção da peni­ci­li­na do seu mol­de, e abriu o cami­nho para a sua pro­du­ção em mas­sa. No Dia D da Segun­da Guer­ra Mun­di­al, os Ali­a­dos tinham um stock ade­qua­do para tra­tar os feri­dos em peri­go de infec­ções bac­te­ri­a­nas gra­ves. Embo­ra tenha sido Fle­ming quem aci­den­tal­men­te des­co­briu a peni­ci­li­na (1928), foi Hea­tley quem a tor­nou prá­ti­ca, fazen­do quan­ti­da­des sufi­ci­en­tes em 1941 para os seus pri­mei­ros tes­tes clí­ni­cos. Seu apa­ra­to incluía “baci­as” de por­ce­la­na, bate­dei­ras de lei­te e ban­de­jas de assar para cul­ti­var as bac­té­ri­as. Além dis­so, um méto­do de ensaio que ele desen­vol­veu pode­ria medir com pre­ci­são a acti­vi­da­de de uma amos­tra de peni­ci­li­na, no que ficou conhe­ci­do como “uni­da­des de Oxford”. O seu méto­do de pro­du­ção usa­va pra­tos de tor­tas, latas de bis­coi­tos e um reci­pi­en­te de por­ce­la­na ape­li­da­do de coma­dre.

Faz tam­bém hoje anos que nas­cia, em 1936, Robert Woo­drow Wil­son. Este rádio-astró­no­mo nor­te-ame­ri­ca­no par­ti­lhou com seu cole­ga de tra­ba­lho Arno Pen­zi­as o Pré­mio Nobel de Físi­ca de 1978 pela des­co­ber­ta da radi­a­ção cós­mi­ca de fun­do em micro-ondas usan­do uma ante­na de chi­fre de micro-ondas nos Labo­ra­tó­ri­os Bell, Holm­del, Nova Jer­sey. A sua des­co­ber­ta em 1964 é ago­ra ampla­men­te inter­pre­ta­da como sen­do a radi­a­ção rema­nes­cen­te do mode­lo “Big Bang” para a cri­a­ção do uni­ver­so há vári­os biliões de anos atrás. Wil­son con­ti­nu­ou o seu tra­ba­lho de astro­fí­si­ca com Pen­zi­as, pro­cu­ran­do por molé­cu­las inte­res­te­la­res e deter­mi­nan­do a abun­dân­cia rela­ti­va de isó­to­pos inte­res­te­la­res.

Por fim, faz anos hoje que nas­cia, em 1938, Donald Knuth. Este mate­má­ti­co e cien­tis­ta da com­pu­ta­ção ficou conhe­ci­do por ter cri­a­do o sis­te­ma de com­po­si­ção de tex­to TeX, da lin­gua­gem de defi­ni­ção de fon­tes METAFONT rela­ci­o­na­da e do sis­te­ma de ren­de­ri­za­ção, e da famí­lia de fon­tes moder­nas Com­pu­ter Modern. É tam­bém conhe­ci­do por ter cri­a­do a “bíblia” dos pro­gra­ma­do­res — o TAOCP — The Art of Com­pu­ter Pro­gram­ming. Na déca­da de 1970, Knuth des­cre­veu a ciên­cia da com­pu­ta­ção como “um cam­po total­men­te novo, sem iden­ti­da­de real. E o padrão de publi­ca­ções dis­po­ní­veis não era assim tão alto. Mui­tos dos tra­ba­lhos publi­ca­dos esta­vam sim­ples­men­te erra­dos … Então, uma das minhas moti­va­ções foi para endi­rei­tar uma his­tó­ria que foi mui­to mal con­ta­da. “. Em 2011, os três pri­mei­ros volu­mes e a pri­mei­ra par­te do volu­me qua­tro de sua série foram publi­ca­dos.

Nes­ta sema­na que pas­sou está a decor­rer a CES 2019. Esta fei­ra que decor­re entre os dias 8 e 11 de Janei­ro em Las Vegas e tem cer­ca de 4500 expo­si­to­res é mar­ca­da habi­tu­al­men­te por lan­ça­men­to de pro­du­tos por par­te dos fabri­can­tes de tec­no­lo­gia e este ano não foi excep­ção.
Uma das noti­ci­as que des­ta­co é a apre­sen­ta­ção por par­te da Hyun­dai do seu vei­cu­lo pro­to­ti­po de res­pos­ta a catás­tro­fes natu­rais. O con­cei­to Ele­va­te é base­a­do numa pla­ta­for­ma EV modu­lar com a capa­ci­da­de de alter­nar dife­ren­tes cor­pos para situ­a­ções espe­cí­fi­cas. A arqui­tec­tu­ra da per­na robó­ti­ca tem cin­co graus de liber­da­de, além de moto­res de pro­pul­são e é habi­li­ta­da pelo mais recen­te em tec­no­lo­gia de actu­a­do­res eléc­tri­cos. Este pro­jec­to é exclu­si­va­men­te capaz de andar com os pas­sos dos mamí­fe­ros e rep­teis, per­mi­tin­do que ele se mova em qual­quer direc­ção.
Outra noti­cia des­ta sema­na, tam­bém vin­da da CES 2019 é a apre­sen­ta­ção por par­te da IBM do pri­mei­ro sis­te­ma de com­pu­ta­ção quân­ti­ca inte­gra­do para uso comer­ci­al. O IBM Q Sys­tem One foi pro­jec­ta­do para lidar um dia com pro­ble­mas que actu­al­men­te são con­si­de­ra­dos de natu­re­za mui­to com­ple­xa e expo­nen­ci­al para os sis­te­mas clás­si­cos. Apli­ca­ções futu­ras da com­pu­ta­ção quân­ti­ca podem incluir encon­trar novas manei­ras de mode­lar dados finan­cei­ros e iso­lar os prin­ci­pais fac­to­res de ris­co glo­bais para fazer melho­res inves­ti­men­tos, ou encon­trar o melhor cami­nho entre os sis­te­mas glo­bais para logís­ti­ca ultra-efi­ci­en­te e opti­mi­zar as ope­ra­ções de fro­ta para entre­gas.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker assim como alguns mode­los 3D que pode­rão ser úteis.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.