Newsletter Nº181

Newsletter Nº181
News­let­ter Nº181

Faz hoje anos que nas­cia, em 1787, Robert Livings­ton Ste­vens. Este enge­nhei­ro nor­te-ame­ri­ca­no e pro­jec­tis­ta de navi­os inven­tou o car­ril fer­ro­viá­rio T inver­ti­do e o espi­gão de fixa­ção fer­ro­viá­rio. Ele des­co­briu que os tri­lhos colo­ca­dos em bar­ro­tes de madei­ra, com bri­ta ou cas­ca­lho por bai­xo, pro­por­ci­o­na­vam uma estra­da supe­ri­or a qual­quer outra conhe­ci­da ante­ri­or­men­te. Ele tam­bém adi­ci­o­nou o pilo­to — objec­to em for­ma de V para des­vi­ar obs­tá­cu­los da linha — à loco­mo­ti­va, e aumen­tou o núme­ro de rodas motri­zes para oito para melhor trac­ção.

Faz igual­men­te hoje anos que nas­cia, em 1799, Chris­ti­an Fri­e­dri­ch Schön­bein. Este Quí­mi­co ger­ma­no-suí­ço des­co­briu e deu nome ao ozó­nio (1840) e foi o pri­mei­ro a des­cre­ver o gun­cot­ton (nitro-celu­lo­se). Ele notou que o ozó­nio apa­re­cia duran­te tem­pes­ta­des e cha­mou ao ozó­nio o gás pelo seu chei­ro pecu­li­ar (ozo é gre­go para o olfac­to). Expe­ri­ên­ci­as pos­te­ri­o­res mos­tra­ram que o envio de uma cor­ren­te eléc­tri­ca atra­vés de oxi­gé­nio puro e seco (O2) cria ozó­nio (O3). A sua des­co­ber­ta do pode­ro­so explo­si­vo cha­ma­do nitra­to de celu­lo­se, ou arma de algo­dão, foi o resul­ta­do de um aci­den­te de labo­ra­tó­rio. Um dia, em 1845, der­ra­mou áci­do sul­fú­ri­co e nítri­co e enchar­cou-o com um aven­tal de algo­dão. Depois que o aven­tal secou, ele explo­diu em cha­mas — ele tinha cri­a­do a celu­lo­se nitra­da. Ele des­co­briu que o nitra­to de celu­lo­se podia ser mol­da­do e tinha algu­mas pro­pri­e­da­des elás­ti­cas. Even­tu­al­men­te foi usa­do para pól­vo­ra sem fumo.

Por fim, faz anos hoje que nas­cia, em 1902, Pas­cu­al Jor­dan. Este físi­co ale­mão no final dos anos 1920 co-fun­dou (com Max Born e depois Wer­ner Hei­sen­berg) a mecâ­ni­ca quân­ti­ca usan­do méto­dos matri­ci­ais, mos­tran­do como a luz pode­ria ser inter­pre­ta­da como com­pos­ta de quan­tum de ener­gia. Mais tar­de, (com Wolf­gang Pau­li e Euge­ne Wig­ner), enquan­to ain­da esta­va nos seus está­gi­os ini­ci­ais de desen­vol­vi­men­to, ele con­tri­buiu para as mecâ­ni­cas quân­ti­cas de inte­rac­ções elec­trão-fotão, ago­ra cha­ma­das de elec­tro­di­nâ­mi­ca quân­ti­ca. Ele tam­bém ori­gi­nou (con­co­mi­tan­te­men­te com Robert Dic­ke) uma teo­ria da cos­mo­lo­gia que pro­pu­nha fazer as cons­tan­tes uni­ver­sais da natu­re­za (como a cons­tan­te gra­vi­ta­ci­o­nal uni­ver­sal G), variá­vel ao lon­go do tem­po.

Foi hoje lan­ça­do o mais recen­te sis­te­ma da Cano­ni­cal o Ubun­tu 18.10. Este sis­te­ma encon­tra-se foca­do em ambi­en­tes mul­ti-cloud, desen­vol­vi­men­to de soft­ware de Inte­li­gên­cia Arti­fi­ci­al, traz um novo tema de ambi­en­te de tra­ba­lho comu­ni­tá­rio e uma inte­gra­ção mais afi­na­da com os SNAPs. Este sis­te­ma usa o GNOME 3.30 e o Ker­nel Linux 4.18. Outros des­ta­ques inclu­em o supor­te Vera­Crypt no GNOME Disks, efei­tos sua­ves de visu­a­li­za­ção e zoom de desk­top, supor­te para des­blo­que­ar o seu PC com impres­sões digi­tais, melhor supor­te Snap, inte­gra­ção de tele­fo­ne móvel com GS Con­nect, assim como supor­te para a ges­tão de dis­po­si­ti­vos Thun­der­bolt no pai­nel de con­fi­gu­ra­ções. Na base do sis­te­ma foram actu­a­li­za­das as fer­ra­men­tas de desen­vol­vi­men­to que con­sis­tem em GNU C Library (Glibc) 2.28, GNU Com­pi­ler Col­lec­ti­on (GCC) 8.2, OpenS­SL 1.1.1, Python 3.6.7 (padrão) e 3.7.1, Boost 1.67, Ruby 2.5.1, Perl 5.26.2, PHP 7.2.10, Golang 1.10.4, Rust 1.28 e OpenJDK 11.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. É apre­sen­ta­da a revis­ta Hacks­pa­ce Nº12 e o Volu­me 4 do “The Offi­ci­al Rasp­ber­ry PI Pro­jects Book”.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.