Newsletter Nº164

Newsletter Nº164
News­let­ter Nº164

Faz hoje anos que nas­cia, em 1781, Siméon Denis Pois­son. Este mate­má­ti­co fran­cês ficou conhe­ci­do pelo seu tra­ba­lho em inte­grais defi­ni­das, avan­ços nas séri­es de Fou­ri­er, teo­ria elec­tro­mag­né­ti­ca e pro­ba­bi­li­da­de. A dis­tri­bui­ção de Pois­son (1837) des­cre­ve a pro­ba­bi­li­da­de de que um even­to ale­a­tó­rio ocor­ra num inter­va­lo de tem­po ou espa­ço sob as con­di­ções em que a pro­ba­bi­li­da­de do even­to ocor­rer é mui­to peque­na, mas o núme­ro de ten­ta­ti­vas é mui­to gran­de para que o even­to real­men­te ocor­ra pou­cas vezes. Os seus tra­ba­lhos incluí­ram apli­ca­ções para elec­tri­ci­da­de e mag­ne­tis­mo e astro­no­mia. Ele tam­bém é conhe­ci­do pela inte­gral de Pois­son, pela equa­ção de Pois­son na teo­ria do poten­ci­al, pelos parên­te­ses de Pois­son nas equa­ções dife­ren­ci­ais, pela razão de Pois­son na elas­ti­ci­da­de e pela cons­tan­te de Pois­son na elec­tri­ci­da­de.

Faz tam­bém hoje anos que nas­cia, em 1863, Max Wolf. Este astró­no­mo ale­mão fun­dou e diri­giu o Obser­va­tó­rio Königs­tuhl. Ele usou a foto­gra­fia de cam­po amplo para estu­dar a Via Lác­tea e usou o tra­ta­men­to esta­tís­ti­co da con­ta­gem de estre­las para pro­var a exis­tên­cia de nuvens de maté­ria escu­ra. Ele foi um dos pri­mei­ros astró­no­mos a mos­trar que as nebu­lo­sas em espi­ral têm espec­tros de absor­ção típi­cos de estre­las e, por­tan­to, dife­rem das nebu­lo­sas gaso­sas. A sua con­tri­bui­ção mais impor­tan­te foi a intro­du­ção da foto­gra­fia para des­co­brir cen­te­nas de aste­rói­des, o pri­mei­ro dos quais ele nome­ou Bru­cia em home­na­gem ao doa­dor de seu teles­có­pio duplo de 16 pole­ga­das, Cathe­ri­ne Wol­fe Bru­ce.

Por fim, faz hoje anos que nas­cia, em 1916, Joseph Bam­ford. Este inven­tor e indus­tri­al Inglês inven­tou e fabri­cou a máqui­na de cons­tru­ção JCB com uma pá ope­ra­da hidrau­li­ca­men­te na fren­te e um bra­ço de esca­va­do­ra nas cos­tas. Do negó­cio que levou suas ini­ci­ais, que ele come­çou numa gara­gem em 1945, e tor­nou-se num dos indus­tri­ais mais bem suce­di­dos da Grã-Bre­ta­nha. Ele foi pio­nei­ro a intro­du­zir o con­cei­to de retro-esca­va­do­ra na Euro­pa. Ele tam­bém é cre­di­ta­do com a ampla apli­ca­ção da tec­no­lo­gia hidráu­li­ca na cons­tru­ção e equi­pa­men­tos agrí­co­las. A empre­sa que ele fun­dou ago­ra tem um mer­ca­do glo­bal de máqui­nas pesa­das e máqui­nas agrí­co­las.

Nes­ta sema­na que pas­sou ficá­mos a saber que os cons­tru­to­res de Sto­nehen­ge usa­ram o teo­re­ma de Pitá­go­ras 2.000 anos antes do filó­so­fo gre­go nas­cer. Um novo livro, Mega­lith, ree­xa­mi­nou a anti­ga geo­me­tria dos monu­men­tos neo­lí­ti­cos e con­cluiu que eles foram cons­truí­dos por astró­no­mos sofis­ti­ca­dos que enten­di­am lon­gos ciclos luna­res, sola­res e de eclip­ses e cons­truí­ram enor­mes calen­dá­ri­os de pedra usan­do geo­me­tria com­ple­xa.

Tam­bém esta sema­na ficá­mos a saber que a Chi­na é pio­nei­ra em impres­são 3D em cerâ­mi­ca em micro-gra­vi­da­de. O uso poten­ci­al mais exci­tan­te da tec­no­lo­gia é cons­truir bases na Lua, Mar­te ou outros pla­ne­tas. Ou tal­vez ape­nas para beber chá de um copo fei­to de poei­ra lunar ou solo mar­ci­a­no. Cien­tis­tas do Cen­tro de Tec­no­lo­gia e Enge­nha­ria para Uti­li­za­ção Espa­ci­al da Aca­de­mia Chi­ne­sa de Ciên­ci­as (CAS) con­cluí­ram a pri­mei­ra expe­ri­ên­cia de fabri­ca­ção de cerâ­mi­ca do mun­do sob micro-gra­vi­da­de, usan­do a tec­no­lo­gia de pro­ces­sa­men­to digi­tal de luz a bor­do de um avião euro­peu de voos para­bó­li­cos na Suí­ça.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. É apre­sen­ta­da a revis­ta hacks­pa­ce núme­ro 8 e o livro ace­la­ran­do a trans­for­ma­ção digi­tal com con­ten­to­res e Kuber­ne­tes.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.