Newsletter Nº151

Newsletter Nº151
News­let­ter Nº151

Faz anos hoje que nas­cia, em 1768, Bryan Don­kin. Este enge­nhei­ro mecâ­ni­co e inven­tor inglês foi res­pon­sá­vel pela melho­ria do dese­nho e ins­ta­la­ção de uma máqui­na pro­tó­ti­po para fazer papel em com­pri­men­tos con­tí­nu­os numa fábri­ca. Em 1808, Don­kin adqui­riu as obras e uma licen­ça para fabri­car as máqui­nas de fabri­ca­ção de papel. Ele tam­bém desen­vol­veu máqui­nas de impres­são e inven­tou o rolo de com­po­si­ção usa­do na impres­são. Don­kin deti­nha outras paten­tes sobre engre­na­gens, cane­tas de aço, fabri­ca­ção de papel e rodas fer­ro­viá­ri­as. Ele tam­bém tra­ba­lhou na pre­ser­va­ção de ali­men­tos em con­ten­to­res her­mé­ti­cos, con­ta­do­res de vol­tas e melho­rou as ros­cas apa­ra­fu­sa­das pre­ci­sas para gra­du­a­ção de esca­las mate­má­ti­cas.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1788, Pier­re Joseph Pel­le­ti­er. Este quí­mi­co fran­cês é conhe­ci­do pela sua pes­qui­sa em par­ce­ria com Joseph-Bie­nai­mé Caven­tou em bases vege­tais e as con­tri­bui­ções resul­tan­tes da quí­mi­ca alca­loi­de para o cam­po da medi­ci­na. Eles con­tri­buí­ram para a quí­mi­ca dos alca­loi­des vege­tais. Eles iso­la­ram a clo­ro­fi­la, para a qual cunha­ram o nome fran­cês clo­ro­fi­la em Ann. de Chi­mie (1818), IX, 195. As suas des­co­ber­tas de alca­loi­des incluí­ram estric­ni­na (1818), bru­ci­na (1819), qui­ni­na (1820), cafeí­na (1821) e cin­cho­ni­na. Em 1823, usan­do aná­li­ses ele­men­ta­res de tubo fecha­do, em que os alca­loi­des foram quei­ma­dos, des­co­bri­ram que o nitro­gé­nio esta­va pre­sen­te nos com­pos­tos. Os alca­loi­des são com­pos­tos orgâ­ni­cos que for­mam sais hidro-solú­veis que desem­pe­nham vári­as fun­ções na medi­ci­na, incluin­do anal­gé­si­cos e esti­mu­lan­tes res­pi­ra­tó­ri­os.

Faz igual­men­te anos hoje que nas­cia, em 1799, Fri­e­dri­ch Wilhelm Arge­lan­der. Este astró­no­mo ale­mão esta­be­le­ceu o estu­do de estre­las variá­veis como um ramo inde­pen­den­te da astro­no­mia e é conhe­ci­do pelo seu gran­de catá­lo­go lis­tan­do as posi­ções e o bri­lho de 324.188 estre­las do hemis­fé­rio nor­te aci­ma da nona mag­ni­tu­de. Ele estu­dou na Uni­ver­si­da­de de Königs­berg, na Prús­sia, onde foi alu­no e depois o suces­sor de Fri­e­dri­ch Wilhelm Bes­sel. Em 1837, Arge­lan­der publi­cou a pri­mei­ra gran­de inves­ti­ga­ção do movi­men­to do Sol atra­vés do espa­ço. Em 1844 ele come­çou estu­dos de estre­las variá­veis.

Faz tam­bém anos hoje que nas­cia, em 1868, Robert Andrews Mil­li­kan. Este físi­co nor­te-ame­ri­ca­no rece­beu o Pré­mio Nobel da Físi­ca em 1923 pelo seu tra­ba­lho sobre a car­ga ele­men­tar de elec­tri­ci­da­de e sobre o efei­to foto­e­léc­tri­co. A famo­sa expe­ri­ên­cia de gota de óleo de Mil­li­kan (1911) foi mui­to supe­ri­or às deter­mi­na­ções ante­ri­o­res da car­ga de um elec­trão, e ain­da mos­trou que o elec­trão era uma par­tí­cu­la dis­cre­ta e fun­da­men­tal. Quan­do o seu valor foi subs­ti­tuí­do na fór­mu­la teó­ri­ca de Niels Bohr para o espec­tro de hidro­gé­nio, essa teo­ria foi vali­da­da pelos resul­ta­dos expe­ri­men­tais. Assim, o tra­ba­lho de Mil­li­kan tam­bém for­ne­ceu con­vin­cen­te­men­te a pri­mei­ra pro­va da teo­ria quân­ti­ca do áto­mo de Bohr. Em tra­ba­lhos pos­te­ri­o­res, Mil­li­kan defi­niu o ter­mo “rai­os cós­mi­cos” em 1925 duran­te seu estu­do da radi­a­ção do espa­ço exte­ri­or.

Por fim, faz anos hoje que nas­cia, en 1931, Bur­ton Rich­ter. Este físi­co ame­ri­ca­no lide­rou a equi­pa do Stan­ford Line­ar Acce­le­ra­tor Cen­ter (SLAC), que des­co­briu o mesão J/psi em 1974, ao lado da equi­pe do Bro­okha­ven Nati­o­nal Labo­ra­tory (BNL), lide­ra­da por Samu­el Ting. Esta des­co­ber­ta foi par­te da cha­ma­da Revo­lu­ção de Novem­bro da físi­ca de par­tí­cu­las. Ele foi o direc­tor do SLAC de 1984 a 1999. Rece­beu o pré­mio Nobel da físi­ca con­jun­ta­men­te com Samu­el Ting em 1976.

Esta sema­na ficá­mos a saber que foi lan­ça­da uma ver­são open-sour­ce do webOS. O webOS é uma pla­ta­for­ma de soft­ware cen­tra­da na web e vol­ta­da para a usa­bi­li­da­de para dis­po­si­ti­vos inte­li­gen­tes. O sis­te­ma ope­ra­ti­vo evo­luiu cons­tan­te­men­te, pas­san­do por empre­sas como a Palm, a HP e, mais recen­te­men­te, pela LG Elec­tro­nics. A ver­são ago­ra lan­ça­da cha­ma-se webOS Open Sour­ce Edi­ti­on (OSE). Esta ver­são cor­re para já num Rasp­ber­ry Pi 3.

Esta sema­na tam­bém ficá­mos a saber que o fogue­tão lan­ça­do pela Spa­ceX em 2017 cri­ou um enor­me bura­co na atmos­fe­ra supe­ri­or da Ter­ra que pode­ria ter inter­rom­pi­do tem­po­ra­ri­a­men­te o fun­ci­o­na­men­to dos sis­te­mas de GPS. O fogue­tão Fal­con 9, des­co­lou em Agos­to para colo­car um saté­li­te em órbi­ta. Uma equi­pa lide­ra­da por Char­les Lin, da Uni­ver­si­da­de Naci­o­nal de Cheng Kung, em Tai­nan, Taiwan, ana­li­sou como o lan­ça­men­to afec­tou a ionos­fe­ra, uma cama­da atmos­fé­ri­ca com­pos­ta de elec­trões e iões livres. O esca­pe do fogue­tão gerou um bura­co de 900 qui­ló­me­tros de lar­gu­ra no plas­ma ionos­fé­ri­co.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker. São apre­sen­ta­dos tam­bém o livro Rasp­ber­ry PI Annu­al 2018 e a revis­ta HackS­pa­ce #5.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.