Newsletter Nº120

Newsletter Nº120
News­let­ter Nº120

Faz hoje anos que nas­cia, em 1601, Pier­re de Fer­mat. Este mate­má­ti­co fran­cês foi cha­ma­do o fun­da­dor da teo­ria moder­na dos núme­ros. Em con­jun­to com Rene Des­car­tes, Fer­mat foi um dos dois prin­ci­pais mate­má­ti­cos da pri­mei­ra meta­de do sécu­lo XVII. Ele ante­ci­pou o cál­cu­lo dife­ren­ci­al com seu méto­do de encon­trar as mai­o­res e menos orde­na­das de linhas cur­vas. Ele propôs o famo­so Teo­re­ma de Fer­mat, tam­bém conhe­ci­do como con­jec­tu­ra de Fer­mat, ao estu­dar o tra­ba­lho do anti­go mate­má­ti­co gre­go Diophan­tus. Ele escre­veu a lápis na mar­gem da uma cópia do livro ‘Arith­me­ti­ca’: “Des­co­bri uma pro­va ver­da­dei­ra­men­te notá­vel mas esta mar­gem é mui­to peque­na para a con­ter”, que quan­do o teo­re­ma pita­gó­ri­co é alte­ra­do para ler an + bn = cn, a nova equa­ção não pode ser resol­vi­da em núme­ros intei­ros para qual­quer valor de n supe­ri­or a 2. Este teo­re­ma seria demons­tra­do ape­nas em 1994 por Andrew Wiles após 358 anos de esfor­ços por par­te dos mate­má­ti­cos.
Faz tam­bém hoje anos que nas­cia, em 1893, Wal­ter Nod­dack. Este quí­mi­co ale­mão, con­jun­ta­men­te com Ida Tac­ke e Otto Berg foram res­pon­sá­veis pela des­co­ber­ta do ele­men­to 43, o Tec­né­cio, e do ele­men­to 75, o Rénio da tabe­la peri­o­di­ca em 1925. O Rénio foi nome­a­do em hon­ra ao rio Reno e foi o últi­mo ele­men­to está­vel a ser des­co­ber­to.

Esta sema­na ficá­mos a saber que a Sony apre­sen­tou uma pla­ca de desen­vol­vi­men­to para IoT com­pa­tí­vel com o Ardui­no. Desig­na­da por Sprit­zer foi apre­sen­ta­da duran­te a Maker Fai­re Tóquio no Japão, de 5 a 6 de Agos­to. A pla­ca Sprit­zer foi pro­jec­ta­da espe­ci­fi­ca­men­te para apli­ca­ções IoT e inclui uma gama de fun­ci­o­na­li­da­des inte­li­gen­tes, como GPS inte­gra­do e um codec e ampli­fi­ca­dor de áudio digi­tal avan­ça­do.
Tam­bém esta sema­na a Hewlett Pac­kard Enter­pri­se envi­ou para o espa­ço um super­com­pu­ta­dor para ace­le­rar a mis­são a Mar­te. O fogue­tão Spa­ceX CRS-12, desen­vol­vi­do pela Spa­ceX de Elon Musk, foi lan­ça­da do Ken­nedy Spa­ce Cen­ter, na Fló­ri­da, envi­an­do a Dra­gon Spa­ce­craft para o Labo­ra­tó­rio Naci­o­nal da Esta­ção Espa­ci­al Inter­na­ci­o­nal (ISS). A bor­do do Dra­gon foi um super­com­pu­ta­dor HPE. Este super­com­pu­ta­dor, cha­ma­do Spa­ce­bor­ne Com­pu­ter, faz par­te de uma expe­ri­ên­cia de um ano rea­li­za­da pela HPE e pela NASA para uti­li­zar um sis­te­ma infor­má­ti­co de alto desem­pe­nho comer­ci­al (COTS) no espa­ço, coi­sa que nun­ca foi fei­ta antes. O objec­ti­vo é que o sis­te­ma fun­ci­o­ne per­fei­ta­men­te nas duras con­di­ções do espa­ço duran­te um ano — apro­xi­ma­da­men­te o tem­po que leva­rá uma via­jem até Mar­te.
Esta sema­na foi o 24º ani­ver­sá­rio da Debi­an. O Debi­an é um sis­te­ma ope­ra­ti­vo gra­tui­to (SO) para o com­pu­ta­dor. O Debi­an GNU/Linux 9 supor­ta dez arqui­tec­tu­ras prin­ci­pais e vári­as vari­a­ções de cada arqui­tec­tu­ra conhe­ci­das como “fla­vours”.
O Rasp­bi­an Stret­ch che­gou ao Rasp­ber­ry PI. Menos de dois anos após o lan­ça­men­to da ver­são Jes­sie do Rasp­bi­an. Esta ver­são ali­nha-se com a ulti­ma ver­são do Debi­an. As dife­ren­ças entre o Jes­sie e o Stret­ch são prin­ci­pal­men­te opti­mi­za­ções under-the-hood.

Na News­let­ter des­ta sema­na apre­sen­ta­mos diver­sos pro­je­tos de maker assim como um mode­lo 3D que pode­rá ser útil.

Esta News­let­ter encon­tra-se mais uma vez dis­po­ní­vel no sis­te­ma docu­men­ta do altLab. Todas as News­let­ters encon­tram-se inde­xa­das no link.